Etiquetas

terça-feira, 1 de outubro de 2019

Associação Humanitária dos Dadores de Sangue de Esposende

A Associação Humanitária e à sua causa informa das recolhas de sangue e de registo de medula óssea a realizar:
10 de Novembro - Belinho, na Escola Básica, das 9,00 às 12,30 horas.
15 de Dezembro - Curvos, na Junta de Freguesia, das 9,00 às 12,30 horas.
Fonte: Adelino Marques, Eng.º - Presidente da Direcção
Associação Humanitária dos Dadores de Sangue de Esposende

quinta-feira, 4 de julho de 2019

Prémio melhor herói CM atribuído a Fernando Torres.


Fernando Torres, foi eleito pelos leitores do  Correio da Manhã, herói nacional CM 2019, recebeu esta tarde pelas 15:00h o prémio na praia de Rio de Moinhos pela CM TV.
O prémio atribuído deve-se pelo facto de ter salvo alguns jovens de afogamento certo na praia de Rio de Moinhos.
Recorde-se que estavam a concurso várias pessoas entre elas militares, policias, bombeiros, etc.
Parabéns, Fernando Torres e continua atento.
Esposende Altruísta.

sábado, 6 de abril de 2019

Homenagem a António da Costa Terra.

Os meus sentidos pêsames a todos os familiares. Que descanse em paz, este que foi e sem proveito próprio um dos grandes impulsionadores da dinâmica Esposendense, interventivo nos momentos chave a ele se deve muito do que ainda hoje servem os interesses dos Esposendenses, nomeadamente o quartel dos bombeiros, a acice o campo de futebol de Esposende e até a localização e fixação da empresa Solidal em Esposende entre outros.
Homem de temperamento e convicções fortes de origens humildes, conseguiu com a força do trabalho ter uma vida estabilizada no final.
Um grande bem-haja para si amigo que sempre tinha uma palavra amiga de sabedoria e ponderada, capaz de acalmar os ânimos ou de os exaltar.
De seu nome António da Costa Terra, e mais conhecido por Terra desconheço em Esposende quem fosse tão, Terra há Terra como ele.
Amava e defendia mesmo a sua terra.
Luís Eiras. 

quinta-feira, 14 de março de 2019

Viva o SÉRGIO!

A vida é um bater único e irreversível! 

Amigos...Sóis tantos...e mesmo os que não são reconhecem-lhe o mérito das suas capacidades intelectuais, constatam a sabedoria com que a experiência da vida o dotou,a imensa cultura que o impregna e a genuinidade da sua Pessoa! 

Não sei o que vos dizer...

O Sérgio, o Sérgio do Fôjo, o Lambreta, o Setembro, o Pirata, o Pescador, o Mestre, o Capitão...todos os nomes queridos embebidos de uma história e de uma relação convosco e com Ele...

O Sérgio, o nosso Serginho, cheio de sede pela vida, de mansinho,viajou para a terra onde o tempo não existe...

Viva o SÉRGIO!

domingo, 10 de fevereiro de 2019

Homenagem ao Zequinha.


Faleceu o, Zequinha ou Baixinho assim era conhecido pela sua comunidade.
Morreu um pedaço de Esposende, um pedaço daqueles nunca mais será recomposto.
Foi como se tivesse caído uma bomba em Esposende, a notícia deixou toda a comunidade incrédula.
Comunidade da qual ele representava o melhor, a classe dos pobres, unidos, bairristas, os resistentes.
De origens humildes, educado, distinguia-se principalmente pela nobreza da sua simplicidade, emanava alegria, costumava imitar o Vasco Santana nas suas paródias.
Tinha o coração na boca.
Penso que pouca gente o deve ter visto num dia mau.
Filho do ex. pescador e jogador de futebol, Tião e sendo sua mãe, Laida Paquete.
Pessoalmente tive o privilégio de trabalhar com ele em terra e no mar, e era no mar que ele se destacava.
Era ágil, bom safador de peixe, desperto, atento, bom pescador.
Como tudo na vida tem que se aprender, e até para lavar o convés de um barco é preciso saber, aprender, e isso ele ensinou-me, nunca mais me esquecerei.
Não se pode atirar o balde borda fora para encher de uma só vez, tem que ser lentamente, se não estamos sujeitos a ir borda fora com o balde.
Ele, gostava muito fazer patinagem no convés, quando pescávamos raias, rodovalhos, tamboris, estes largavam um langanho que é escorregadio e ele vinha da proa á poupa passando por a casa do leme a deslizar.
Assim era o Zequinha, e estas são apenas algumas recordações entre muitas e basta recorda-las para ficar bem-disposto.
Aposto que era isto que ele queria.
Luís Eiras.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Homenagem Srª Zeza dos Pioneiros.


Faleceu, a Srª Zeza dos Pioneiros, assim era conhecida a esposa do extinto João Guerra, (João dos Pioneiros).
Aos poucos o património vai-se perdendo, apagando e sendo esquecido.
Segundo informações vieram de Africa refugiados, tinham lá tudo e tiveram que deixar para trás e recomeçar de novo em Portugal.
Passaram grandes dificuldades no início mas conseguiram superar.
A Srª Zeza quem a conheceu e sabe do que falo era um amor de pessoa, meiga, atenciosa, educada, amiga, boa mãe.
A parte que mais me marcou desta senhora e posso afirmar, é de que era muitíssimo séria, séria nas contas.
Explorava uma mercearia e um tasquinho onde o pescador se reunia como era habitual, comia-se e bebia-se e ia para o roll, roll o qual era pago ao fim de semana quando os pescadores recebiam ao sábado, quando não iam ao mar às vezes juntavam-se no roll meses e a Srª Zeza aguentava os cavalos, ainda assim na hora de pagar a conta dava sempre menos, sei muito bem que ela perdoava muita coisa e dava.
Srª Zeza onde estiver que de certeza será um bom lugar, aguente os cavalos por nós, porque só pessoas como você tem esse poder.
Estas pessoas eram património vivo de Esposende que na minha perspetiva é o mais valioso de todos.
Luís Eiras.

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Homenagem ao Tóne Laguna pelo amigo Sérgio do Fôjo.

Tóne Laguna
Obrigado, por tudo, como de pregos que pregas-te, de remendos nas tábuas quase sem concerto em tantas embarcações que até tu perdeste a conta.
Tudo punhas a navegar……
Sempre pronto, nenhum pescador ficava em terra.
Todos os pescadores assim como a marinha tem orgulho em ti, pela tua dedicação, classe, humildade e valor.
Está na hora de receberes um pequeno gesto de homenagem.
Tantas horas passaste em prol da classe piscatória, mereces uma boia, para que não se afunde todo o esforço do teu passado de tantos barcos que puseste a navegar...
A nossa tardia solidariedade chega tarde mas estamos aqui para te homenagear, assentes com amizade e seguros como tantos paneiros que fizeste para o fundo das embarcações…
Mereces um busto de reconhecimento por parte de toda a classe piscatória.
Porque a remos, ou à vara, toda a ondulação e ventos ajudas-te a superar para tantos, desinteressadamente. 
Tóne Laguna…
Tu, que pintas-te tantos nomes nos costados de tantas embarcações deixa-nos pintar o teu nome também num espaço ribeirinho de Esposende.
(Sérgio do Fôjo).

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Homenagem ao Nando Marino.

Este blogue de uma maneira simbólica vai homenagear, e dar a conhecer algumas pessoas que merecem o nosso reconhecimento público pelos seus atos em prol do próximo, pessoas simples, naturalmente altruístas, quem não os conhece não sabe o bem que fizeram e o mal que não são capazes de fazer, dai esta homenagem simbólica deste blogue a estas tão distintas pessoas.
A primeira de muitas vai ser o, Fernando Marino mais conhecido por Nandex.
Este homem agora desempregado, e a viver só, foi outrora a tábua de salvação de muitos, muitos mas mesmos muitos podem dizer o Nando já me deu de comer, beber e até de fumar.
Onde ele estava, e com ele estivesse, estava com Deus, não faltava nada e ele é que abonava, sempre rodeado de “amigos” que agora se o virem, viram por outro caminho, merece melhor sorte, e desta vez para ele. 
Puro de coração, amigo do amigo, sem inveja do próximo.
Senhor de uma boa cultura geral gosta de história e geografia.
Solteiro, porque as mulheres ainda não o descobriram.
Oriundo de uma grande família de gente boa, ele tem o “defeito” ser bom demais.
Agora com a idade a avançar e muitas limitações físicas a coisa está a piorar para o lado dele.
Mas ele lá se vai safando, nunca o vi a pedir nada a ninguém.
O tempo passa a voar mas o bem nunca se esquece, eu, e muitos não se esqueceram.
Um grande bem haja para ti.
Eras, e continuas a ser o maior.