Etiquetas

quarta-feira, 29 de março de 2017

Cartaz da 6.ª jornada do Campeonato Concelhio de Veteranos - Futebol 7, que terá lugar no próximo sábado, dia 1 de abril, no Estádio Horácio Queirós, em Forjães.

Cartaz da 8.ª jornada do Campeonato Concelhio de Futebol Infantil (que estava prevista para o dia 26 de março, mas que foi adiada em virtude das más condições climatéricas), a ter lugar no próximo domingo, dia 2 de abril, no Campo da Fonte, em Gandra.

Município de Esposende promove ação de formação sobre Prevenção da Morte Súbita no Desporto

A Câmara Municipal de Esposende vai promover no próximo dia 3 de abril, pelas 21h00, na
Casa da Juventude, uma Ação de Formação sobre Prevenção da Morte Súbita no Desporto, orientada por Henrique Pacheco, médico especialista em Medicina Desportiva.
A iniciativa insere-se no Plano de Formação para Agentes Desportivos que o Município tem vindo a desenvolver com o intuito de dotar todos os intervenientes no processo de formação desportiva do concelho de mais conhecimentos sobre todos os processos inerentes à prática e à formação desportiva.
Neste sentido, têm sido propostas diversas ações de formação e palestras sobre variados temas, dirigidas a técnicos, professores, dirigentes, pais e atletas.
A participação nestas sessões é gratuita, contudo carece de inscrição, que deverá ser efetuada através do e-mail desporto@cm-esposende.pt.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Município de Esposende cria “Roteiro da Arquitetura Modernista”

Tendo por cenário a Casa das Marinhas, ícone da arquitetura nacional da autoria do arquiteto Viana de Lima, o Município de Esposende procedeu hoje à apresentação do “Roteiro da Arquitetura Modernista”.
O roteiro propõe uma viagem por 18 exemplares arquitetónicos do concelho de Esposende, localizados em Marinhas, Esposende e na Vila de Fão, construídos entre os anos 40 e 70 do século XX, da autoria de dois engenheiros e doze arquitetos.
Integram esta rota, obras de técnicos conceituados, nomeadamente o engenheiro Jorge Viana, com duas moradias unifamiliares na travessa do Pinhal da Foz, o arquiteto Viana de Lima, com nove moradias na avenida Eng. Eduardo Arantes e Oliveira, a Casa das Marinhas e uma moradia em Ofir, o arquiteto Alfredo Magalhães, com um projeto de apartamentos em Ofir, os arquitetos Rogério Martins e João Andresen, com uma moradia familiar em Ofir, o arquiteto Fernando Távora, com uma moradia em Ofir, o arquiteto Arménio Losa, com uma moradia unifamiliar em Marinhas, o arquiteto Sérgio Fernandes, com uma moradia em Suave Mar, o arquiteto Júlio Oliveira, com a estalagem de Ofir, o engenheiro Eduardo Martins, com uma moradia em Suave Mar, o arquiteto Alcino Soutinho, com moradias em Suave Mar e Ofir, os arquitetos Pádua Ramos e Carlos Loureiro, com uma moradia em Suave Mar, o arquiteto Octávio Filgueiras, com duas moradias em Suave Mar, e o arquiteto Pádua Ramos, com uma moradia em Fão.
Para além de um mapa de bolso ilustrativo de todas as construções, com o respetivo QR Code, o roteiro inclui também uma aplicação para smartphones, que apresenta a particularidade de permitir ver o modelo original em 3D, em todos os ângulos, permitindo uma “visita” virtual muito próxima da realidade.
O roteiro divide-se em três momentos que marcaram a sociedade portuguesa e que se declararam na arquitetura esposendense. O primeiro diz respeito ao período do Estado Novo, em que a arquitetura portuguesa foi influenciada por Raul Lino (1879/1974), arquiteto defensor da essência da casa portuguesa e ideólogo do “português suave”. O carácter deste movimento combinava elementos de composição da arquitetura manuelina do século XVI/XVII e princípios do XVIII, associando elementos da arquitetura popular portuguesa ajustada a cada província de norte a sul. Deste período há dois exemplares no roteiro.
Intercetada pela ação anterior do aportuguesamento da arquitetura portuguesa, surge uma geração de arquitetos recém-formados ou em formação que sofre interferência do movimento modernista europeu que nasce entre as duas Guerras Mundiais. Este processo vai inspirar os jovens arquitetos portugueses que vão produzir obras formalmente assumidas e desprovidas dos elementos de composição do passado ecléticos ou classicizante. Enquadram-se no segundo momento do roteiro seis edificações.
Por fim, a fricção entre os dois processos anteriores vai originar algum mal-estar no seio da arquitetura portuguesa. Há apologistas do passado, associado ao sistema político musculado e, do lado oposto, a nova geração dos arquitetos que airosamente conseguem convencer os primeiros a realizar um inquérito à arquitetura popular portuguesa. Foi realizado o levantamento nacional e publicado no início dos anos 60, trabalho que passa a ser um documento doutrinal para o renascimento da arquitetura portuguesa. Dez casas deste terceiro momento estão incluídas neste roteiro.
“Queremos cultivar um turismo diferente” assumiu o Presidente da Câmara Municipal a propósito deste roteiro que o Município disponibiliza a partir de agora, salientando a riqueza arquitetónica das edificações que integram este circuito, fruto do arrojo e inovação de um conjunto de arquitetos “que mudaram o rumo da arquitetura do país”. Benjamim Pereira acredita que estão criadas as condições para Esposende cativar turistas que valorizam o património e não tem dúvidas de que a economia do concelho ficará a ganhar.
A propósito da aplicação que permite dar a conhecer o património arquitetónico concelhio, Benjamim Pereira considerou que “é uma forma particular de preservar o património, através das novas tecnologias”, até porque evita a “visitação em massa”.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Atlantic Coast Orchestra apresenta concerto em Palmeira de Faro 31 de março – 21h30

O Município de Esposende vai promover um concerto com a orquestra sinfónica Atlantic Coast Orchestra (ACO), na próxima sexta-feira, dia 31 de março, às 21h30, no Auditório Paroquial de Palmeira de Faro, com entrada livre.
Sob a direção do maestro Luis Miguel Clemente, a orquestra irá interpretar duas obras-primas do classicismo, a Sinfonia n.º 40 de Mozart e a Sinfonia n.º 5 de Schubert.
A Atlantic Coast Orchestra é um dos projetos principais da Orquestra da Costa Atlântica - associação de música e cultura, fundada em Esposende, em 2015, por Ana Carolina Capitão e Luis Miguel Clemente e que assenta num conceito de plataforma que cria, promove e articula oportunidades de qualificação e desenvolvimento artístico, cultural, educativo e de coesão social através da música.
A ACO constitui um dos projetos orquestrais mais originais, inovadores e com maior projeção da atual cena musical portuguesa, para além de ser já uma marca reconhecida a nível internacional. É uma orquestra que reúne jovens profissionais, selecionados através de audições, num grupo com uma extraordinária musicalidade, energia, irreverência e paixão, desenvolvendo uma atividade musical com elevados padrões artísticos.
A orquestra sinfónica tem como maestro titular Luis Miguel Clemente, a maestrina Ana Carolina Capitão como assistente e diretora artística, e conta, ainda, com a colaboração ativa de Colin Metters enquanto maestro emérito e mentor.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Município e Esposende 2000 propõem OTL para crianças e jovens nas Férias da Páscoa

A Câmara Municipal de Esposende e a empresa municipal Esposende 2000 vão promover um Programa de Ocupação dos Tempos Livres para crianças e jovens dos 6 aos 16 anos, durante as férias da Páscoa.
O programa visa, por um lado, ocupar as crianças e os jovens durante esta interrupção letiva e, por outro, criar hábitos de vida saudáveis, através da prática desportiva, proporcionando, simultaneamente, a experimentação de um vasto leque de modalidades que são promovidas, localmente, pelo Associativismo Desportivo.
Assim, nos dias 5, 6, 7, 10 e 11 de abril, os mais novos poderão experimentar um conjunto de modalidades desportivas, nomeadamente Badminton, Basquetebol, Canoagem, Futebol, Surf, Orientação, Natação, Taekwondo, Voleibol e Patinagem, que serão devidamente acompanhadas por professores de educação física e técnicos especializados, decorrendo em vários recintos e espaços desportivos do concelho.
O programa tem um custo de 25 euros por participante e não inclui almoço. 
Para mais informações ou para efetuar a inscrição, os interessados deverão aceder ao site www.esposende2000.pt ou contactar as Piscinas Foz do Cávado, através do telefone 253 964 182.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Castro de S. Lourenço recebe Campeonato Regional de Desporto Escolar de Orientação

O concelho de Esposende, mais propriamente o Castro de S. Lourenço, em Vila Chã, vai acolher, no próximo sábado, dia 1 de abril, uma prova do Campeonato Regional de Desporto Escolar de Orientação.
A competição vai envolver a participação de 600 alunos, oriundos de toda a zona norte do país, decorrendo entre as 10h00 e as 16h30.
Trata-se de mais uma iniciativa que se enquadra na estratégia do Município de aproveitar as excelentes condições naturais do concelho, no caso da envolvente ao Castro de S. Lourenço, para a prática da orientação. Esta aposta passou pela elaboração de cartografia de orientação, nomeadamente do Monte de S. Lourenço e da cidade de Esposende, criando condições para a realização de provas de âmbito regional e nacional e melhorando as condições de treino para os alunos do concelho. 
Recorde-se que a orientação é uma modalidade com grande expressão no concelho ao nível do desporto escolar, nomeadamente nas Escolas Básicas de Apúlia e de Forjães. É, contudo, intenção do Município dar maior visibilidade a esta modalidade e alargar a sua prática.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Feira de Velharias de abril destaca livros

A edição de abril da Feira de Velharias, que se realiza já no próximo domingo, dia 2 de abril, vai dar especial destaque aos livros.
Deste modo, quer os participantes que se dedicam totalmente aos livros como aqueles que dispõem de publicações entre os seus artigos, terão disponível uma grande variedade de edições, desde jornais antigos, cédulas oficiais e publicações raras até livros escolares e outros que fazem parte das memórias da infância de muitos.
Porque um livro nunca se esgota e de mão em mão se vai tornando útil e fazendo o deleite de quem gosta e aprecia uma boa leitura, esta edição constitui, assim, uma oportunidade para aproveitar as excelentes sugestões e ofertas, a bons preços.
A Feira de Velharias é promovida pelo Município de Esposende e realiza-se no primeiro domingo de cada mês, no Largo Rodrigues Sampaio, no centro da cidade de Esposende, entre as 10h00 e as 19h00, com acesso livre.
 Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Município de Esposende continua a apoiar investimentos no concelho.

A Câmara Municipal de Esposende deliberou atribuir apoios no montante global de aproximadamente 88 800 euros a duas Uniões de Freguesia e uma instituição do concelho.
Em reunião do executivo, o Município decidiu apoiar a União das Freguesias de Fonte Boa e Rio Tinto na construção de um edifício destinado a garagem para os veículos daquela autarquia, concedendo um apoio até ao montante máximo de 39 622,80 euros.
Aprovou também a atribuição de um apoio financeiro de 36 039,47 euros à Junta de Freguesia da União das Freguesias de Belinho e Mar destinado a custear o arranjo da zona envolvente ao Menir e Poço a poente da Igreja de Mar.
Na mesma reunião, o executivo camarário deliberou, ainda, conceder um apoio no valor de 13 050 euros ao Centro Social de Gandra para a instalação de um parque infantil nas instalações da instituição, bem como para a beneficiação do logradouro. Esta pretensão havia sido manifestada ao Presidente da Câmara Municipal, aquando da deslocação de Benjamim Pereira à instituição, realizada no âmbito das visitas às freguesias do concelho.
O Município continua, deste modo, a dar resposta às solicitações das Juntas de Freguesia e instituições do concelho, concedendo os necessários apoios financeiros para proporcionar a melhoria dos serviços prestados à população. Saliente-se que a par destes apoios financeiros, a Câmara Municipal continua a investir no desenvolvimento do concelho e na melhoria da qualidade de vida das populações, através da execução do Plano de Investimento que abrange todas as freguesias do concelho.
Fonte: 
Serviço de Comunicação e Imagem da CME

‘Sábados h(á) Ciência’ no gnration a 8 de Abril

3. 2.1…Explosão’ é o tema da próxima sessão do ‘Sábados h(á) Ciência’ que se realiza no próximo dia 8 de Abril, às 15h0, no edifício gnration. Nesta oficina, os jovens cientistas terão oportunidade de fazer vários tipos de explosões e perceber o que as provoca. Será uma tarde animada, cheia de luz, cor e, claro, muita ciência.
A iniciativa é dirigida a crianças e jovens com idades entre os 6 e os 12 anos, que devem fazer-se acompanhar por um adulto. As inscrições devem ser feitas até dia 7 de Abril. As vagas são limitadas e as inscrições devem ser realizadas presencialmente no gnration. O custo da actividade é de 15 euros para o conjunto de adulto + criança ou de 20€ no caso de levar duas crianças.
O ‘Sábados h(á) Ciência’ é um projecto promovido pelo Município de Braga em colaboração com a Fundação Bracara Augusta e com ‘O Laboratório da Li’, com o objectivo estimular o gosto das crianças e jovens pela ciência, através da realização de actividades e experiências científicas.
Com este projecto, o Município de Braga alarga a oferta lúdico-educativa, ao mesmo tempo que promove a ciência e o convívio inter-geracional. O projecto tem proporcionado às crianças uma verdadeira viagem pelo mundo da Ciência através da realização de diversas experiências científicas com actividades totalmente práticas, onde os jovens podem ficar a conhecer várias ciências.

Câmara Municipal aprova 165 mil euros para obras estruturantes e renova acordos de colaboração com os Grupos de Teatro

No Dia Mundial do Teatro, 27 de março, a Câmara Municipal de Barcelos aprovou, em reunião ordinária, os acordos de colaboração com os Grupos de Teatro do concelho.
O desenvolvimento cultural de uma comunidade depende, em muito, do contributo das associações culturais existentes, pelo que foram aprovados, ontem, os acordos de colaboração com todos os Grupos de Teatro do concelho.
 A Câmara Municipal de Barcelos, ciente das suas atribuições, tem também contribuído de forma significativa no apoio socioeconómico às freguesias do concelho, deliberando um conjunto de apoios, no valor de cerca de 165 mil euros, destinado a várias obras na rede viária, ampliação e requalificação de cemitérios, construção de muros, drenagem de águas pluviais e apoio às diversas iniciativas das freguesias.
Nota: As propostas foram aprovadas por unanimidade, com exceção da proposta 29 que foi aprovada por maioria.

Sons do Caminho - Capella Duriensis - 1 de abril, às 21h30 | Igreja S. Domingos

Braga reforça Rede de Bibliotecas Escolares com quatro novos parceiros

As Juntas de Freguesia de S. Victor e S. Vicente, a Casa do Professor e o Colégio D. Pedro V são os novos parceiros da Rede Concelhia de Bibliotecas de Braga (RBB). A assinatura da adenda ao acordo de cooperação decorreu hoje, 29 de Março, na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva (BLCS), numa cerimónia que contou com a presença da vereadora da Cultura do Município de Braga, Lídia Dias.
A RBB resultou de uma longa caminhada de uma comunidade de práticas que engloba as bibliotecas escolares e a biblioteca pública, tendo sido formalmente constituída a 27 de Abril de 2012, através da assinatura do protocolo de cooperação entre o Ministério da Educação, o Município de Braga e Programa da Rede Nacional de Bibliotecas Escolares.
Para Lídia Dias, a inclusão destes quatro novos parceiros representa mais um passo na afirmação desta rede a nível nacional. “Vamos continuar a trabalhar, a reforçar o conhecimento e a partilhar experiências pois só assim conseguiremos ter cultura e educação para todos”, sustentou, agradecendo aos parceiros o facto de terem aceitado o desafio de integrar “uma das melhores redes de bibliotecas do País, pela sua diversidade e riqueza”.
A partir deste momento, as Juntas de Freguesia de S. Victor e S. Vicente, assim como a Casa do Professor e o Colégio D. Pedro V vão poder aceder ao catálogo colectivo e partilhar os seus recursos.
De referir que esta cerimónia de assinatura da primeira adenda ao acordo de cooperação da RBB integra o programa da 11.ª Semana da Leitura ‘Ler para Ser’, que se prolonga até ao próximo dia 31 de Março.

terça-feira, 28 de março de 2017

Esposende realizou ação de controlo de acácias na Restinga.

Inserido nas comemorações do Dia da Árvore, que se assinala a 21 de março, foi levada a cabo, no passado sábado, dia 25 de março, uma ação de controlo de infestantes lenhosas na restinga de Esposende, área inserida no Parque Natural do Litoral Norte.
Para além do Município e da empresa municipal Esposende Ambiente, a ação contou com a participação de diversas entidades e associações, nomeadamente o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas, a Autoridade Marítima, a Associação de Defesa e Valorização do Ambiente – AssoBio, a Associação de Defesa do Ambiente - Rio Neiva, a Junta de Freguesia da União das Freguesias de Apúlia e Fão e a Associação Florestal do Cávado.
Os participantes procederam à recolha de várias toneladas de resíduos florestais, nomeadamente de acácias-de-espigas (Acacia longifolia) e pitósporo (Pittosporum undulatum), espécies consideradas invasoras porque podem originar situações de competição com espécies nativas e afetar seriamente a diversidade biológica, com prejuízos por vezes irreversíveis e de difícil contabilização.
Os resíduos recolhidos foram trituradas e espalhadas no local criando o efeito de mulch. Esta técnica consiste na aplicação de uma camada orgânica, resistente às intempéries, que constitui uma barreira física à transferência de energia e vapor de água entre o solo e a atmosfera. Evita-se, assim, a evaporação de água do solo e controla-se a germinação de parte das novas infestantes que irão surgir, atendendo a que o banco de sementes no solo terá de ser gerido nos anos seguintes através de técnicas de arranque.
A atividade de controlo de invasoras lenhosas, para além das vantagens para a manutenção da biodiversidade, contribuiu para a diminuição do risco de incêndio no local, aumentando, deste modo, a segurança do espaço.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Seis sessões com lotação esgotada Festival de Teatro Amador de Esposende salda-se num êxito

A apresentação da peça “A Maluquinha da Rua Direita”, pelo GARFO - Grupo de Artes Recreativas de Fonte Boa, no passado sábado, 25 de março, encerrou, com chave de ouro, a segunda edição do Festiama - Festival de Teatro Amador que o Município de Esposende levou a cabo, no âmbito do CREARTE, projeto para o crescimento da arte teatral em Esposende. Tal como nas anteriores sessões, o Auditório Municipal voltou a registar lotação esgotada.
Encerrou, assim, em grande este evento, onde cinco grupos de teatro amador do concelho tiveram oportunidade de dar a conhecer o seu trabalho, nomeadamente o Forjães em Cena, GARFO - Grupo de Artes Recreativas de Fonte Boa, GATA - Grupo de Teatro Amador de Fão, GATERC - Grupo Amador de Teatro Esposende-Rio Cávado e grupo de teatro amador da JUM - Juventude Unida de Marinhas.
Ao todo foram apresentados cinco espetáculos, num total de seis sessões, todas com lotação esgotada. A iniciar o festival, no dia 25 de fevereiro, o GATERC levou à cena a peça “Polícias”, de Slawomir Mrozek; no dia 4 de março o grupo Forjães em Cena subiu ao palco com “O Gato”, de Henrique Santana; no dia 11 a JUM estreou “Aqui há fantasmas”, também de Henrique Santana, tendo realizado uma sessão extra no dia 12 devido à elevada procura de bilhetes; no dia 18 o GATA apresentou “D. Rosinha, a Solteira”, de Federico Garcia Lorca, e por fim, no dia 25 de março, o GARFO encerrou a edição de 2017 do Festiama com a peça “A Maluquinha da Rua Direita”, de André Brun.
Salda-se num êxito esta edição do Festiama, tanto pela elevada adesão de público, como pela excelência das apresentações produzidas pelos grupos de teatro amador concelhios, que, sob a coordenação dos Atores/Encenadores Jorge Alonso e Eva Fernandes, têm vindo a desenvolver um trabalho notável, marcado por grande profissionalismo.
O projeto para o crescimento da arte teatral no concelho revela-se, assim, um sucesso e uma aposta ganha, estando à vista os frutos do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido nos últimos anos. Com efeito, o Programa CREARTE, para além da realização do Festiama e do Festival de Teatro de Rua, engloba uma forte componente de formação, tanto junto dos grupos de teatro amador do concelho, como ao nível dos mais novos, através de ações de formação e da criação do grupo infantojuvenil “Boca de Cena”, constituído por crianças e jovens entre os 7 e os 17 anos.
Na base da formação deste grupo está, para além da valorização do teatro como arte expressiva e cultural, a divulgação/exploração dos vários pontos turísticos do concelho e das suas tradições e raízes e a integração do teatro enquanto ferramenta de exploração pedagógica de temáticas, conteúdos e conceitos.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Município e Pescadores dão a conhecer Lota de Esposende aos alunos

Integrado na iniciativa “Março com Sabores do Mar”, evento que visa a preservação, valorização e promoção do acervo gastronómico de Esposende, e como forma de incentivar o consumo de peixe nas cantinas escolares, na sequência do trabalho desenvolvido ao longo do ano letivo no âmbito do Plano Municipal de Saúde Pública, estão a ser desenvolvidas atividades educativas e de promoção da saúde, entre as quais a iniciativa "A Escola vai à Lota!".
Esta atividade é dirigida aos alunos das escolas do concelho e pretende dar a conhecer a atividade piscatória desenvolvida localmente, contando com a colaboração da Associação de Pescadores Profissionais de Esposende. Os alunos têm, deste modo, oportunidade de conhecer um barco de pesca e os seus constituintes, assim como as diferentes redes, armadilhas e técnicas utilizadas, e, ainda, aprender algumas curiosidades relacionadas com a arte piscatória. Através destas visitas, as crianças ficam a conhecer o funcionamento da Lota de Esposende, percebendo o percurso do peixe até chegar ao prato, ficando ainda a saber quais os peixes mais vulgares da nossa costa e os benefícios do seu consumo.
Tendo em conta a enorme adesão por parte das escolas do concelho, registando-se mais 500 crianças a participar, a iniciativa está a ser desenvolvida ao longo deste mês e será prolongada pelos 2.º e 3.º períodos escolares.
Não obstante serem do conhecimento geral os benefícios do peixe em vários aspetos da saúde, o seu consumo apresenta grande relutância junto dos mais novos, sendo frequentemente preterido em relação à carne. “A Escola vai à lota!”, tal como várias outras atividades que estão a ser desenvolvidas, traduz-se num mecanismo eficaz de educação alimentar e promoção da saúde em contexto escolar.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Câmara Municipal de Barcelos Comunicado

O Sr. Presidente da Comissão Política Concelhia do PSD de Barcelos emitiu mais um comunicado, no dia 27 de março de 2017, na linha das comunicações que tem vindo a fazer para títulos na imprensa. E sobre o mesmo pouco ou nada haveria a dizer, não fosse a gravidade das mentiras e deturpações que ali se dizem sobre a postura do Presidente da Câmara e do Partido Socialista quanto ao problema da concessão das redes públicas de água e saneamento no concelho de Barcelos.
Assim, impõe-se esclarecer o seguinte:
1. Não foi o atual Presidente da Câmara nem o PS que aprovaram o contrato de concessão das redes públicas de água e saneamento no concelho do Barcelos.
2. Os barcelenses sabem quem foi o autor e responsável pelo contrato e quem tudo fez para que o mesmo fosse aprovado tal como está: o PSD!
3. Se o PSD entende que os termos do contrato são maus, que o assuma de uma vez por todas e peça desculpa aos barcelenses pela sua própria irresponsabilidade. Não pode é fazer de conta que nada tem a ver com a realidade do contrato em vigor e atirar para cima de outros a sua própria culpa. Sejamos claros: o contrato é só um e foi feito e aprovado pelo PSD em 2004!
4. O PS sempre se opôs a este contrato ruinoso e não permitirá que a demagogia e a manipulação política à volta deste assunto enganem os barcelenses;
5. O Presidente da Câmara Municipal não interfere na gestão da empresa concessionária e não se pronuncia sobre os seus atos. E nem podia ser de outra maneira, pois a empresa tem personalidade jurídica própria, tem órgãos e estatutos próprios, pelo que só a ela compete a gestão das redes de água e saneamento. Assim, qualquer notificação ou informação da empresa concessionária à população responsabiliza apenas a empresa e não a Câmara Municipal;
6. A Câmara Municipal não pode continuar a praticar a redução dos custos de ligação dos ramais, depois da Inspeção Geral da Aministração Local (IGAL) ter considerado tais reduções ilegais. Como é do conhecimento público, na sequência da ação inspetiva daquele organismo, em 2011, o assunto transitou para investigação no Departamento de Investigação e Ação Penal;
7. Desde que tomou posse no primeiro mandato, em novembro de 2009, o Presidente da Câmara Municipal já conheceu quatro conselhos de administração da empresa Águas de Barcelos, SA. Com todos manifestou inteira disponibilidade para negociar os problemas detetados na concessão, tendo como único objetivo a defesa dos interesses dos barcelenses. Foi neste espírito de abertura negocial que foi possível obter um acordo de princípio para o resgate da concessão (em novembro de 2015) e para outras soluções que estão, atualmente, em análise.
Concluindo,
O Presidente da Câmara Municipal e o PS sempre puderam falar claro aos barcelenses sobre o contrato de concessão.
Infelizmente, o PSD e o seu Presidente da Comissão Política – Eng.º José Novais – não podem dizer o mesmo.
Como se vê pelo comunicado do dia 27 de março, insistem em deturpar a verdade dos factos e em tentar aligeirar a sua responsabilidade pelo contrato de concessão das redes de água e saneamento.
Por último, a Câmara Municipal vem denunciar mais esta tentativa do PSD de perturbar as negociações que tem vindo a desenvolver com a empresa Águas de Barcelos, SA, no sentido de ultrapassar os problemas da concessão e garantir aos barcelenses que continua fortemente empenhada numa solução final justa e equilibrada para os munícipes e para a empresa.

Seminário “Negócios, Investimento e Emprego: o papel dos diversos agentes”

No âmbito do projeto “Ponte de Lima Empreende” o Município de Ponte de Lima, em parceria com Centro Europe Direct de Ponte de Lima, realiza no próximo dia 31 de março, no Auditório Municipal, um seminário sobre “Negócios, Investimento e Emprego – o papel dos diversos agentes”.
O Município de Ponte de Lima tem vindo a desenvolver um conjunto sistemático de iniciativas e projetos que permitam aproximar empresas e cidadãos de todo o mundo, quer no apoio ao empreendedorismo e à instalação de novas empresas, quer às empresas já estabelecidas. Pretende ainda criar políticas de empregabilidade, promovendo a melhoria contínua e a internacionalização do tecido empresarial, visando o aumento da capacidade competitiva da economia do concelho.
Programa:
9h00 – Receção aos participantes e entrega de documentação
9h30 -Sessão de abertura com intervenção do eurodeputado José Manuel Fernandes sobre Investimento, Crescimento e Emprego na União Europeia.
Painel “Negócios, Investimento e Emprego: O papel dos diversos agentes”
Moderação: Pedro Valente da Silva, Diretor do Gabinete de Informação do Parlamento Europeu em Portugal
10h10 – “A Câmara Municipal de Ponte de Lima no apoio aos negócios e ao emprego: o portal Biz Ponte de Lima” – Alexandra Esteves, Chefe de Gabinete da Câmara Municipal de Ponte de Lima.
10h30- “Plano de Investimento para a Europa: Uma oportunidade para as regiões da Europa” - Catarina Dantas Machado, Representação da Comissão Europeia em Portugal.
10h50 – “As Oportunidades de Negócios e Investimento no Alto Minho” - Luís Ceia, Presidente da CEVAL
11h10 – “A rede Enterprise Europe Netwok no apoio às empresas” – Maria do Céu Filipe, Project Manager da Enterprise Europe Network na AEP.
11h30 – “Rede EURES no apoio à mobilidade laboral para os países do mercado único ou transfronteiriço” - Sónia Trancoso, EURES Transfronteiriço Norte de Portugal e Galiza.
11h50 – “A Escola Superior Agrária e a sua articulação com o mundo empresarial” – Ana Paula Vale, Diretora da Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viana do Castelo.
12h10- Debate

12h30 - Encerramento

Agenda de atividades do programa ´Mexe-te Braga´ relativo ao mês de Abril.


Musical “Perdição”: um sucesso em Viana do Castelo

O musical “Perdição” estreou na passada sexta-feira, dia 24, no Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo.
Inspirado no romance “Amor de Perdição”, de Camilo Castelo Branco, o espetáculo foi encomendado pela Câmara Municipal de Viana do Castelo ao Teatro do Noroeste – CDV, para assinalar os 160 anos da chegada do autor a Viana do Castelo, em 1857. 
“Perdição” tem encenação, cenografia e figurinos de Fernando Gomes, e interpretação de Adriel Filipe, Ana Perfeito, Elisabete Pinto, Fernando Gomes, Melânia Gomes, Ricardo Ferreira, Sofia Bernardo, Tiago Fernandes e Tiago Jácome. José Paulo Ribeira assina a direção musical e toca ao vivo durante o espetáculo, no piano,  acompanhado por Paulo Pinto, na bateria, e Jaime Alvarez, no violoncelo. 
No dia 27 de março, Dia Mundial do Teatro, o Teatro do Noroeste – CDV assinalou a data com uma sessão extra deste espetáculo, com a casa completamente esgotada, à qual se seguiu o Digestivo – Conversas pós-espetáculo, que permitiu ao público colocar diversas questões aos atores e encenador, numa atividade sempre dinâmica e muito participada. 
“Perdição” está em cena no Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo, até ao próximo dia 29 de abril, de quarta a sábado às 21h30, com matiné às 16h00, no dia 1 de abril.
Os bilhetes têm o preço único de 5 euros e as reservas podem ser feitas através do número 258 809 382.

segunda-feira, 27 de março de 2017

Município apoia Encontro de Teatros do GATERC e Carnaval de Rio de Moinhos

No âmbito da política de apoio às coletividades concelhias, a Câmara Municipal de Esposende deliberou atribuir 2 000 euros ao GATERC – Grupo Amador de Teatro Esposende - Rio Cávado e igual montante à Associação Cultural e Recreativa de Rio de Moinhos, de Marinhas.
O apoio ao GATERC destina-se a comparticipar a edição de 2017 do Encontro de Teatros, que esta associação cultural vai levar a efeito, no próximo mês de maio. O evento apresentará produções teatrais para o público em geral, sendo uma das peças uma produção do GATERC, bem como produções direcionadas para o público infantil. O apoio do Município é sustentado com o inegável interesse público da atividade e a relevância que o evento assume no desenvolvimento cultural do concelho e na promoção desta manifestação de arte.
No que se refere à Associação Cultural e Recreativa de Rio de Moinhos, o apoio visa ajudar a suportar as despesas inerentes ao Carnaval de Rio do Moinhos 2017, nomeadamente a aquisição dos adereços e vestuário dos elementos participantes no desfile. O Carnaval de Rio de Moinhos é uma manifestação que ocorre desde há 25 anos e que se tem vindo a consolidar de ano para ano. Além da realização do desfile no lugar de Rio de Moinhos, no domingo anterior ao Entrudo, o Corso tem marcado também presença na cidade de Esposende, na terça-feira de Carnaval, atraindo muito público.
Assim, atendendo ao interesse público e social do evento e à relevância que este assume na animação e dinamização do território, para além da atratividade turística subjacente, a Câmara Municipal de Esposende entendeu prestar este apoio.
Fonte: 
Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Minho Digital

Na 1ª página, entre outros títulos, poderão ler:                                                            
1 – Dora Brandão é a candidata à Câmara Municipal de Arcos de Valdevez pelo PS. Fontes cruzadas, segundo nos conta o jornalista Armando Brito, revelam que andaram «à procura» de uma candidatura «abrangente» e com notoriedade para «entrar no eleitorado de direita» de modo a tirar a autarquia ao PSD. Será esta a solução ou resulta, antes, da opção pela ‘prata da casa’ para evitar mais divergências internas?
2 – A Distrital do PSD decidiu… está decidido! Ainda por cima quando os candidatos não são contestados no seu seio. A maior surpresa veio com a indigitação de Julia Paula Costa para Caminha contra Miguel Alves (PS) que já perdeu dois dos seus vereadores que se demitiram. Mas há mais novidades! Eduardo Teixeira, por Viana do Castelo, ainda não foi desta vez que convenceu Carlos Morais e a Distrital a que preside. Passos Coelho tem esta ‘batata quente’ na mão e quer ver tudo resolvido até ao dia 31 deste mês.
3 – O Partido da Terra (PT) de José Inácio Faria, deputado europeu e natural de Viana do Castelo, promoveu, a nível nacional, uma acção comemorativa do ‘Dia da Árvore’ sob o lema ‘Uma Árvore, um Filho, um Livro’. Um boa iniciativa que, bem divulgada, pode sensibilizar e contagiar. Em Viana do Castelo, por exemplo, um grupo de empresários e membros da ADN (Associação Aliança de Negócios), ofereceram à autarquia 3500 árvores para reflorestar cerca de 7 hectares.
4 –  A nossa colega Ana Lages dá-nos a conhecer a ‘história da lampreia para além do prato’. Por que é tão cobiçado este prato? Será pela particularidade gastronómica ou há algo mais que a torna especial? Saiba as respostas!
5 – Na área cultural, o nosso destaque vai para a Exposição de Pintura de Nadir Afonso que ainda pode visitar em Viana do Castelo.  Mais uma iniciativa do Centro Cultural Alto Minho que bem pode orgulhar-se da assiduidade aos antigos Paços de Concelho.
6 – ‘Um caminho com Ele e para Ele’ – foi o nome dado a outra iniciativa, desta vez vinda de um grupo de alunos do Agrupamento de Escolas Santa Maria Maior (Viana) que se prepara para partir à descoberta do Caminho de Santiago de Compostela.
7 – O Clube Minho Clássico vianense promoveu umas jornadas sobre ‘segurança e circulação rodoviária’. Contou com o apoio da GNR e até a pequenada aderiu com aulas em ‘bólides’ de pedais. De pequenino se aprende…
8 – No desporto há boas notícias. Vila Nova de Cerveira tem motivos para orgulho dado o êxito da VIII Taça Ibérica de Slalon que juntou mais de centena e meia de canoístas e uma grande afluência de público. Isto enquanto a Cerveira Team Running/Clube Celtas do Minho brilhava em Valongo. Em Melgaço decorria a Maratona BTT a contar para a Taça Cyclin Portugal e Campeonato do Minho. O tempo solarengo ajudou ao sucesso que juntou 460 atletas de competição e 231 de lazer. A finalizar, o Penada Gerês Trail Adventure, sob a organização de Carlos Sá, está de volta. As inscrições ainda há pouco começaram e já há atletas de 22 nacionalidades! De 8 a 14 de Abril vai ser só ‘queimar calorias’ pelas bonitas paisagens da nossa região.
www.minhodigital.com

Município de Esposende garante mais dois troços da Ecovia do Litoral Norte Investimento em ciclovias no concelho eleva-se a 4,2 milhões de euros

O Município de Esposende acaba de ver aprovados mais dois troços da Ecovia do Litoral Norte, a executar no âmbito do Programa Polis Litoral Norte, designadamente a Ponte Pedonal e Ciclável sobre o Rio Neiva, em Antas, e o percurso compreendido entre Cepães – Rio de Moinhos, em Marinhas, que totalizam um investimento de aproximadamente 800 mil euros.
Visando a valorização e visitação do estuário do rio Neiva, a Ponte Pedonal e Ciclável sobre o Rio Neiva permitirá a ligação ininterrupta desde a margem esquerda da foz do Rio Neiva ao centro da freguesia de Castelo do Neiva, já no concelho de Viana do Castelo. A infraestrutura terá um custo na ordem dos 466 500 euros.
O troço entre as praias de Cepães e de Rio de Moinhos enquadra-se no plano da valorização e visitação do Parque Natural do Litoral Norte e possibilitará a ligação ininterrupta da Praia de Rio Moinhos à Marginal de Esposende, numa extensão total de 4,8 Km. A intervenção compreende a execução de sinalização regulamentar e informativa, bem como de mobiliário urbano, e está estimada em aproximadamente 313 500 euros.
Estas intervenções encontram-se já em fase de concurso público, pelo que deverão arrancar a curto prazo, dando corpo à Ecovia do Litoral que já começou a ganhar forma no concelho. Com efeito, estão já concluídos os troços da Avenida Marginal de Esposende, executada no âmbito da 3.ª fase da requalificação da Zona Ribeirinha (706 mil euros), e da Marginal de Fão (565 mil euros), estando prestes a iniciar a execução dos troços Marginal de Esposende – Cepães (350 mil euros) e Foz do Neiva – Santa Tecla, em Antas (350 mil euros). Em fase de concurso público encontra-se, também, o troço Fão – Apúlia, num investimento de cerca de 1,1 milhões de euros.
Considerando também o investimento de aproximadamente 350 mil euros do troço Fão – Fonte Boa da Ecovia do Cávado Homem, numa extensão de 7 Km, um projeto intermunicipal da CIM Cávado, contas feitas, em termos globais, o investimento eleva-se a 4,2 milhões de euros, suportado pela Sociedade Polis Litoral Norte, Município de Esposende e por fundos comunitários do programa “Norte 2020”.
O Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, sublinha que Esposende está a beneficiar de um investimento significativo com vista à valorização do território concelhio. “Tanto a Ecovia do Litoral Norte como a Ecovia do Cávado Homem constituem ativos turísticos da maior relevância e uma mais-valia para o Município”, afirma, lembrando que, no que se refere ao litoral do concelho, foi já executado um vasto conjunto de intervenções e outras se perspetivam ao nível da requalificação e valorização da orla costeira, que totalizam vários milhões de euros de investimento.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

DESTAQUES CMIA VIANA DO CASTELO - ABRIL

CX Braga segue para os 1/8 de final da Taça de Portugal por Equipas de xadrez

Foi no passado sábado, 25 de Março, que se realizaram quase uma centena de jogos de xadrez de Norte a Sul do país a um ritmo de jogo de 90 minutos + 30 seg por lance a contar para os 16 avos da 39ª edição da Taça de Portugal por equipas de xadrez.
Depois dos 1/32 de Final realizados 2 semanas antes, os 1/16 de Final já juntou as equipas da 1ª Divisão e algumas das 2ª Divisão que estiveram isentas na eliminatória anterior. Foram 16 jogos para se procurar as 16 equipas que se mantêm na disputa pelo acesso à Final Four.
O Clube de Xadrez de Braga depois de vencer na eliminatória anterior o CX Escola João de Meira por 4 a 0 deslocou-se até São Mamede de Infesta para defrontar o GX 113 “B” acabando por vencer 2,5 a 1,5 num confronto difícil de superar. Após mais de 3 intensas horas de jogo no 3º tabuleiro onde tudo se decidia, estando o resultado parcial 1 a 2 pontos era necessário pontuar obrigatoriamente nesse tabuleiro para que o CX Braga seguisse em frente para os 1/8 final da prova e foi o que veio a acontecer pelas mãos do experiente jogador Álvaro Guimarães a jogar de brancas, ficando o resultado final em 1,5 a 2,5.
A composição da equipa do GX 113 “B” e o CX Braga por tabuleiro foi a seguinte:
                 GX 113 “B”                      e                              CX Braga                
Mesa 1 – Nuno Ferreira                vs Sergey Demyanchuk    : 1 - 0
Mesa 2 – António Mendes            vs   Álvaro Guimarães         : 0,5 – 0,5
Mesa 3 – Damião Alves                 vs   Yaroslav Minakov         : 0 - 1
Mesa 4 – João Ribeiro                  vs   David Fernandes           : 0 - 1.
A próxima eliminatória, os 1/8 de Final realizam-se a 27 de Maio. É aguardado o sorteio por parte da FPX para se ficar a saber quem serão os próximos adversários do CX Braga mas já ficamos a saber quem segue para a próxima ronda, as equipas apuradas para os 1/8 de Final são:
1. GX 113 “A”
2. CX A2D “A”
3. EX Porto “A”
4. CX Braga “A”
5. GX Porto “B”
6. Profigaia/Escola Profissional “A”
7. AX Gaia
8. GX Porto “A”
9. AX Portugal/Atlantidiagonal “A”
10. Amadora Xadrez “A”
11. AA Coimbra
12. Clube dos Galitos/Grupel “A”
13. ADRC Mata do Benfica
14. Clube EDP Lisboa
15. AX Algarve
16. C Operário Desportivo
http://clubexadrez-braga.pt
cxbraga@gmail.com

domingo, 26 de março de 2017

FC. Marinhas apresenta atividades comemorativas do seu Cinquentenário.

 Entrevistas a personalidades do Clube, Rally Papper Temático, ciclo de Conferências, 30º edição do Torneio Internacional Infantil e Requalificação da Sala de Troféus, são alguns dos marcos que compõem a efeméride do quinquagésimo aniversário do Clube Marinhense, da cidade de Esposende.
Foi este sábado, dia 25 de Março, que o Futebol Clube de Marinhas apresentou, oficialmente, a panóplia de atividades e dinâmicas que compõem o programa do seu Quinquagésimo Aniversário, a serem desenvolvidas até ao final do corrente ano.

Numa conferência de Imprensa que decorreu na Sala de Troféus do “Estádio Padre Avelino Marques Peres Filipe”, e que contou com a presença do Sr. Vereador do Desporto da Câmara Municipal de Esposende, Prof. Rui Pereira, do representante da Associação de Futebol de Braga, José Amorim, e ainda de vários outros notáveis na história do Clube, cumpriu ao Prof. José Duarte apresentar a Comissão organizadora por detrás das áreas de atividade, agora conhecidas; José Duarte, em representação da comissão, explicou aos presentes o propósito de cada uma das 20 acções, numa abrangência desportiva, social, cultural, humanitária, didáctica e de entretenimento.
A “Tertúlia de Marinhenses” é evento seguinte, já na próxima sexta-feira, que visa reunir ex-treinadores, ex-atletas e público em geral da freguesia, numa partilha de experiências, troca de ideias e vivências análogas ao Clube.
O mês de Abril, por seu turno, é marcado pelo “Ciclo de Entrevistas” a dirigentes, treinadores, jogadores e outros, na recolha e documentação de testemunhos e evidências.
Um “Rally Papper Temático” é a atividade de Maio destinada ao Departamento de Formação. O objectivo da acção é proporcionar aos mais jovens, principalmente, um conhecimento didático, sociológico e cultural dos fatos, aprendendo e reconhecendo histórias e locais ligados ao clube e futebol, em geral.
A comemoração da “30º Edição do Torneio Internacional de Futebol Infantil” marca o mês de Junho, uma referência do F.C.Marinhas, relembrando José Duarte tratar-se de um dos mais prestigiosos torneios de futebol infantil a nível nacional. Paralelamente, uma “Exposição Temática” decorre durante todo o mês de Junho, culminando com um “Seminário Temático”.
O mês que antecede o aniversário enfatiza um “Torneio de Gerações”, num encontro de figuras memoráveis para o Clube, numa lógica social apoiada ainda por um “Espectáculo de Variedades”.
A “Eucaristia Solene Comemorativa” e uma “Homenagem a Dirigentes Fundadores” sinalizam o dia de Aniversário do F.C.Marinhas, a 6 de Agosto, sendo que o “(Re)Viver do 1º jogo do Clube” e a “Edição de Revista do Cinquentenário” são as restantes atividades do mês.
Até ao final do ano a comissão organizadora preparou ainda um “Jantar da Família Marinhense”, um “Ciclo de Conferências”, o “Quinzenário do Projeto FUBIMATE” e a “Requalificação da Sala de Troféus”.
Também o Presidente da Direção do Clube das Marinhas Dinis Ferreira, assim como o Pároco e Presidente da Assembleia Padre Avelino Marques Peres Filipe, não se coibiram de enaltecer o empenho e toda a dedicação associada às Comemorações do meio século de vida de um clube que, num dia de 1967, nasceu da força de vontade de um grupo de amigos.
Fonte: Joana Gramoso
Departamento de Comunicação e Imagem F.C.Marinhas
E-mail: comunicacao.fcmarinhas@gmail.com

sábado, 25 de março de 2017

Município de Esposende transfere 77 mil euros para as Juntas de Freguesia do concelho.

Delegação de competências para limpeza de praias, pinhais e outros espaços do concelho
Dando continuidade à parceria que tem estabelecido com as Juntas e Uniões de Freguesia do concelho, o Município de Esposende deliberou, em reunião do executivo e por unanimidade, renovar os protocolos de delegação de competências para a limpeza de praias e pinhais e de outros espaços do concelho.
Em termos globais, está em causa um montante de aproximadamente 77 mil euros, a distribuir pela União das Freguesias de Esposende, Marinhas e Gandra, União das Freguesias de Apúlia e Fão, União das Freguesias de Belinho e Mar, União das Freguesias de Palmeira de Faro e Curvos, União das Freguesias de Fonte Boa e Rio Tinto, e Juntas de Freguesia de Antas, Forjães, Gemeses e Vila Chã.
À semelhança do critério adotado nos acordos de execução para a limpeza de vias e espaços públicos, sarjetas e sumidouros, o montante para cada autarquia é definido com base no cálculo da área e necessária regularidade de limpeza dos espaços, garantindo, assim, rigor e justiça na atribuição da comparticipação financeira.
Através desta parceria, o Município tem vindo a garantir a limpeza e o asseio das áreas de lazer e pinhais do concelho, ao longo de todo o ano, no sentido de promover a sua conservação e valorização, contribuindo para a sua potenciação em termos turísticos. As tarefas incluem a limpeza do areal, área dunar, acessos, zonas envolventes e áreas de estacionamento das praias e dos rios, bem como das áreas de lazer e pinhais do concelho.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Loja Social de Esposende continua a afirmar-se como rede de partilha e solidariedade

A Loja Social de Esposende, projeto desenvolvido no âmbito da Rede Social concelhia desde dezembro de 2011, continua a afirmar-se, cada vez mais, como uma rede de partilha e solidariedade de toda a comunidade.
Em recente reunião do Conselho Local de Ação Social de Esposende foi analisado o relatório de atividade relativo ao ano 2016, que expressa a grande dinâmica deste projeto, e de onde sobressai um aumento de 51% do número de bens doados à Loja, ou seja, só num ano foram doados mais bens do que entre 2012 e 2015. Já no que se refere ao número de doações, comparativamente a 2015, o ano passado houve um aumento de 84%, sendo que a maioria (70%) foi de particulares.
Traduzindo o impacto deste equipamento na vida das famílias como resposta às suas necessidades, registou-se também um aumento de 58% do número de trocas. Foram efetuadas 2 648 trocas, das quais cerca de 21% foram efetivadas por utilizadores de concelhos vizinhos.
Continua, de resto, a verificar-se a dinâmica de anos anteriores, com um acréscimo de 56% do número de bens que as famílias beneficiaram, quer através de atribuições pelas técnicas de intervenção social, quer por iniciativa própria através do processo de troca.
O relatório de 2016 aponta a entrada de 47 novas famílias na Plataforma de Gestão Integrada da Loja Social, em detrimento de outras que viram as suas condições de vida melhoradas durante esse ano, prescindir do seu apoio, em particular no que se refere ao acesso a bens alimentares. Deste modo, e desde a sua abertura, já usufruíram desta resposta social, sobretudo no acesso a alimentos, um total de 582 famílias.
Ainda neste âmbito, em relação a 2015, verifica-se um decréscimo de 39,7% de novas famílias, que resulta do facto da maioria das famílias carenciadas do concelho se encontrarem já identificadas pelas técnicas responsáveis pela intervenção. Em 2016, foram apoiadas com alimentos 232 famílias.
A parceria tem sido basilar na operacionalização deste projeto, quer por parte das entidades responsáveis pela intervenção social no concelho, através das suas técnicas, quer por parte dos restantes Parceiros da Rede Social que têm colaborado sempre que solicitado.
Relativamente a uma destas parcerias, da qual resultou a criação de um projeto de apoio à aquisição de medicamentos por parte da população idosa com carências socioeconómicas - Lions Solidário, estabelecida com o Lions Clube de Esposende, refira-se que se registou um aumento de 246% do valor disponibilizado ao projeto num total de 500 euros, o que permitiu adequar os critérios do projeto, permitindo o acesso a um maior número de idosos.
Ao abrigo do projeto “Banco de Leite e Banco de Ajudas Técnicas”, promovido pela Delegação de Esposende da Cruz Vermelha Portuguesa foram distribuídas 105 latas de leite adaptado e entregues 24 equipamentos de ajudas técnicas.
O voluntariado é uma vertente fundamental ao funcionamento da Loja Social. O ano passado, verificaram-se 363 participações de voluntários (um aumento de 33% comparativamente com o ano de 2015), correspondentes a 4 655 horas de trabalho voluntário.
No que respeita à afluência à Loja Social, houve um aumento de 21%, com 7 514 utilizadores, o que denota que este projeto se encontra cada vez mais enraizado no quotidiano da comunidade, traduzindo-se num maior número de doações, atribuições, troca de bens, bem como visitas para contacto com o projeto.
Numa vertente direcionada para toda a comunidade, em especial para a infância e a juventude, a Loja Social tem-se traduzido num espaço de consciencialização para a promoção de uma sociedade mais solidária, voluntária e ecológica. Em resultado do contacto com este projeto, muitas foram as iniciativas levadas a efeito por diversas entidades e faixas etárias da comunidade, em contexto escolar, comercial ou empresarial, tendo como propósito os fins que a Loja Social persegue, sobretudo a angariação de bens que assegura a sua operacionalização. De referir que este contacto também permitiu que muitos cidadãos envolvidos tivessem vivenciado, frequentemente, a experiência de serem voluntários/as em várias atividades tanto nas instalações da Loja, como no exterior, como é o caso de escolas, estabelecimentos comerciais, empresas, feiras e mercados, entre outros.
O relatório de atividades, disponível no microsite da Loja Social de Esposende que se encontra alojado no site do Município,  retrata a avaliação do projeto, suportado num planeamento concertado em contexto de parceria que caracteriza o funcionamento da Rede Social, e reflete a atividade desenvolvida pela Loja Social numa lógica de reutilização dos recursos disponíveis, como suporte complementar à intervenção social concelhia, suprimindo a sua sobreposição, e potenciando o planeamento entre serviços e entidades com responsabilidade na promoção de melhores condições de vida à população.
A sua intervenção tem como objetivo auxiliar e colmatar situações consideradas como problema ou necessidade, produzindo resultados que contribuem para a inclusão social dos cidadãos, que por uma razão ou outra se encontram em situação de exclusão social. Reforça-se ainda o compromisso alargado da comunidade, na gestão de bens excedentários de forma mais organizada, maximizando o impacto dos bens e serviços prestados aos cidadãos, ao responderem mais eficiente e eficazmente aos seus problemas e desafios. Trata-se de um modelo inovador, que potencia um novo paradigma a ter em conta no futuro, com o desígnio da sustentabilidade subjacente em parcerias que operam em rede, permitindo uma cidadania ativa e ambientalmente culta, que deixa o seu impacto visível no território, já que somos todos obreiros na construção de um ambiente sadio e equilibrado.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Município de Ponte de Lima associa-se à Semana da Leitura 2017

No quadro da 11.ª edição da Semana da Leitura 2017 - iniciativa de âmbito nacional que decorre de 27 a 31 de março – o Município de Ponte de Lima vai promover um conjunto de atividades de difusão do livro e de incentivo à leitura nos agrupamentos de escolas do concelho.
De entre as ações programadas para a última semana do mês, destaca-se o Concurso Concelhio de Leitura e os encontros com os escritores Raquel Ramos e João Manuel Ribeiro - no Agrupamento de Escolas de António Feijó -, Paula Ruivo e Sílvia Mota Lopes - no Agrupamento de Escolas de Freixo -, e José Viale Moutinho - no Agrupamento de Escolas de Arcozelo. Além das conversas com autores essencialmente ligados ao universo infanto-juvenil, a celebração do livro e da leitura ficará também marcada por exposições, feiras de divulgação literária, concursos e sessões de histórias dramatizadas e musicadas.

Na Biblioteca Municipal de Ponte de Lima, a Semana da Leitura será preenchida com diversos eventos, pensados para diferentes públicos e gostos, desde um especial Bibliosénior, que versará sobre as brincadeiras de antigamente, às Histórias (En)cantadas para os mais pequeninos, à sessão de Poesia à Sexta, que arrancará com a cerimónia de entrega dos prémios do Concurso de Poesia.

Município de Braga entrega Prémio de História Local Dr. Manuel Monteiro

No Dia Nacional dos Centros Históricos.
O Município de Braga entrega na próxima Terça-feira, 28 de Março, Dia Nacional dos Centros Históricos, o Prémio de História Local Dr. Manuel Monteiro a José Carlos Gonçalves Peixoto, numa cerimónia pública que terá lugar no Salão Nobre da Reitoria da Universidade do Minho, pelas 17h00.
Fomentar o interesse dos investigadores pela história de Braga e honrar a memória de um ilustre escritor, arqueólogo, etnólogo, magistrado, diplomata e crítico de arte Bracarense são os principais objectivos do Prémio de História Local Dr. Manuel Monteiro, instituído pelo Município de Braga. O Bracarense José Carlos Gonçalves Peixoto com a obra “Memórias do Couto de Tibães” é o galardoado da primeira edição.
O júri, constituído por Maria do Carmo Franco Ribeiro, Miguel Sopas Bandeira e Armando Malheiro da Silva, atribuiu ainda três menções honrosas para os trabalhos “A vivência da Morte e a Salvação da Alma na Braga Setecentista” de Norberto Ferraz, “Entre a Clausura e o século: O recolhimento de Santo António do Campo da Vinha sob a administração da Misericórdia de Braga (séculos XVII-XVIII)” de Manuela Machado, e à obra “Os focos que nos desunem” da autoria conjunta de Joaquim Martins e José Soares.
Recorde-se que o valor do prémio é de 2.500 euros, ao qual acresce a publicação da obra vencedora. Por sua vez, os trabalhos distinguidos com menção honrosa terão reservada a possibilidade de publicação na Revista Bracara Augusta.
A I edição deste prémio bienal, que contou com treze trabalhos a concurso, destinava-se a cidadãos de nacionalidade portuguesa, maiores de idade, residentes ou não na área do Município de Braga. As temáticas a apresentar deveriam ser de teor historiográfico relativos a Braga – a nível administrativo, antropológico, patrimonial, político, económico, cultural, artístico, religioso ou outros.

PALCO DE TERRA’17 [Ciclo de Teatro] Balugães ∙ Minho

PALCO DE TERRA’17 [Ciclo de Teatro] Balugães ∙ MinhoO auditório da Junta de Freguesia de Balugães (Barcelos) recebe, no dia 1 de abril, às 21h30, a peça de teatro “Um regresso Inesperado”, de Nurmi Rocha. A comédia do Grupo de Teatro do Vez (Arcos de Valdevez) abre a edição deste ano do Palco de Terra, ciclo de teatro organizado pelo Teatro de Balugas e pela Junta de Freguesia de Balugães. A iniciativa resulta do intercâmbio entre o grupo de teatro de Balugães e as companhias convidadas, visando a promoção e dinamização dos projetos teatrais na freguesia. A entrada é livre e o ciclo continua durante o ano com mais grupos convidados, encerrando em dezembro com o grupo de teatro mais antigo da Galiza, o Teatro de Airiños.A entrada é livre e limitada à lotação da sala/ https://goo.gl/2FfFGp

´Matter of Perspectives´ patente no gnration até dia 17 de Junho.

Instalação resulta de parceria entre gnration e INL.
Decorreu hoje, dia 24 de Março, na galeria INL do gnration, a inauguração da instalação ´Matter of Perspectives´, da autoria do conceituado artista visual Holandês Tarik Barri. Para a realização deste trabalho o artista esteve em residência artística durante uma semana no Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia.
A instalação, que estará patente até ao dia 17 de Junho, realiza-se no âmbito do ´Scale Travels´, um programa colaborativo que liga arte e nanotecnologia, fruto da parceria estabelecida no ano transacto entre o Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, que tem a seu cargo a supervisão científica do projecto, e o gnration, que tem sob sua alçada a direcção artística e produção. Durante este ano realizar-se-ão três instalações inseridas neste programa.
Como afirmou Firmino Marques, Vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, desta parceria resulta um ´casamento perfeito´ entre a ciência e a arte. “Esta frutífera cooperação coloca o conhecimento produzido no INL ao serviço da criatividade e da arte, o que se traduz em mais um trabalho de enorme qualidade que aqui é apresentado”, disse.
Já Paulo Freitas, Vice-Director Geral do INL, referiu que esta é uma ´excelente´ possibilidade de fazer confluir dois mundos, o da ciência e da visão artística, que habitualmente estão separados. “É uma experiência interessante ver o que o artista absorveu do nosso dia-a-dia durante o período de residência artística. A parceria é também uma forma de o INL se abrir à sociedade, neste caso particular através da arte”, disse.
A galeria INL, localizada no interior do gnration, recebeu já instalações sonoras e audiovisuais dos artistas portugueses Rui Dias e Fernando José Pereira (PT) e do norte-americano Pierce Warnecke (EUA).
Tarik Barri começou a programar aos sete anos de idade e aos 16 a criar música electrónica. Ao desenvolver o seu próprio software, Tarik criou o seu único instrumento audiovisual que usa para explorar novas estéticas na combinação de som e imagem. Para além de fazer visuais para artistas como Nicolas Jaar, Thom Yorke (Atoms for Peace) e Monolake, o trabalho de Barik assume diferentes formas como performances audiovisual, instalação e vídeo.

"Braga 2016: Euro-Ibero-American Youth Forum" representa Portugal no Prémio Carlos Magno para a Juventude

Vencedores serão conhecidos no dia 23 de Maio
O projecto "Braga 2016: Euro-Ibero-American Youth Forum" venceu a primeira etapa do concurso "Prémio Europeu Carlos Magno para a Juventude 2017".    
Este projecto - integrado na Braga 2016 Capital Ibero-americana da Juventude e da autoria da Câmara Municipal de Braga e Associação Portuguesa – P.E.J., com o apoio da AGERE - será o representante de Portugal na segunda fase desta competição europeia.
De acordo com o parecer do júri - composto pelos deputados europeus Liliana Rodrigues, Carlos Coelho e José Inácio Faria, e pelo representante do Conselho Nacional da Juventude, Diogo Cúmano – o projecto cumpre com todos os objectivos do concurso e envolveu um número excepcional de estudantes (130) de 22 países europeus e de 7 países da América Latina, reunidos para explorar o tema "Desenvolvimento Sustentável: Parcerias Intercontinentais para as Pessoas, o Planeta e a Prosperidade".
Passada a etapa nacional, o projecto representará Portugal na segunda fase onde participam os vencedores de cada um dos 27 Estados Membros da União Europeia e serão apurados três vencedores a nível europeu.
Os nomes dos três laureados europeus serão conhecidos no dia 23 de Maio numa cerimónia a ter lugar em Aachen, na Alemanha, onde os prémios de 7500€, 5000€ e 2500€ serão entregues, respectivamente, ao primeiro, segundo e terceiro classificado.
O "Prémio Europeu Carlos Magno para a Juventude" é atribuído a projectos que promovam o entendimento europeu e internacional e fomentem o desenvolvimento de um sentido partilhado da identidade e da integração europeias.

Minho Digital

Na 1ª página, entre outros títulos, poderão ler:                                                            
1 – Dora Brandão é a candidata à Câmara Municipal de Arcos de Valdevez pelo PS. Fontes cruzadas, segundo nos conta o jornalista Armando Brito, revelam que andaram «à procura» de uma candidatura «abrangente» e com notoriedade para «entrar no eleitorado de direita» de modo a tirar a autarquia ao PSD. Será esta a solução ou resulta, antes, da opção pela ‘prata da casa’ para evitar mais divergências internas?
2 – A Distrital do PSD decidiu… está decidido! Ainda por cima quando os candidatos não são contestados no seu seio. A maior surpresa veio com a indigitação de Julia Paula Costa para Caminha contra Miguel Alves (PS) que já perdeu dois dos seus vereadores que se demitiram. Mas há mais novidades! Eduardo Teixeira, por Viana do Castelo, ainda não foi desta vez que convenceu Carlos Morais e a Distrital a que preside. Passos Coelho tem esta ‘batata quente’ na mão e quer ver tudo resolvido até ao dia 31 deste mês.
3 – O Partido da Terra (PT) de José Inácio Faria, deputado europeu e natural de Viana do Castelo, promoveu, a nível nacional, uma acção comemorativa do ‘Dia da Árvore’ sob o lema ‘Uma Árvore, um Filho, um Livro’. Um boa iniciativa que, bem divulgada, pode sensibilizar e contagiar. Em Viana do Castelo, por exemplo, um grupo de empresários e membros da ADN (Associação Aliança de Negócios), ofereceram à autarquia 3500 árvores para reflorestar cerca de 7 hectares.
4 –  A nossa colega Ana Lages dá-nos a conhecer a ‘história da lampreia para além do prato’. Por que é tão cobiçado este prato? Será pela particularidade gastronómica ou há algo mais que a torna especial? Saiba as respostas!
5 – Na área cultural, o nosso destaque vai para a Exposição de Pintura de Nadir Afonso que ainda pode visitar em Viana do Castelo.  Mais uma iniciativa do Centro Cultural Alto Minho que bem pode orgulhar-se da assiduidade aos antigos Paços de Concelho.
6 – ‘Um caminho com Ele e para Ele’ – foi o nome dado a outra iniciativa, desta vez vinda de um grupo de alunos do Agrupamento de Escolas Santa Maria Maior (Viana) que se prepara para partir à descoberta do Caminho de Santiago de Compostela.
7 – O Clube Minho Clássico vianense promoveu umas jornadas sobre ‘segurança e circulação rodoviária’. Contou com o apoio da GNR e até a pequenada aderiu com aulas em ‘bólides’ de pedais. De pequenino se aprende…
8 – No desporto há boas notícias. Vila Nova de Cerveira tem motivos para orgulho dado o êxito da VIII Taça Ibérica de Slalon que juntou mais de centena e meia de canoístas e uma grande afluência de público. Isto enquanto a Cerveira Team Running/Clube Celtas do Minho brilhava em Valongo. Em Melgaço decorria a Maratona BTT a contar para a Taça Cyclin Portugal e Campeonato do Minho. O tempo solarengo ajudou ao sucesso que juntou 460 atletas de competição e 231 de lazer. A finalizar, o Penada Gerês Trail Adventure, sob a organização de Carlos Sá, está de volta. As inscrições ainda há pouco começaram e já há atletas de 22 nacionalidades! De 8 a 14 de Abril vai ser só ‘queimar calorias’ pelas bonitas paisagens da nossa região.
Saiba estas e outras notícias do Alto Minho. Não paga nada. É só clicar a partir das 9,00 horas!           www.minhodigital.com