Etiquetas

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Convocatória, para a Assembleia Geral desta Associação a realizar no próximo dia 24 de Março.

Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Esposende
Secretaria da Direcção Bombeiros Voluntários de Esposende
Rua dos Bombeiros
4740-291 Esposende
Tel.  253 963029
       253 969110
Fax 253 965 144

Município vai requalificar bairro de Habitação Social de Esposende

A Câmara Municipal de Esposende vai proceder à requalificação da habitação social de Esposende, nomeadamente do Bairro da Central, localizado na Rua Narciso Ferreira.
Com o intuito de executar obras de beneficiação neste que é um dos conjuntos habitacionais de habitação social mais antigo do Município, a Autarquia deliberou, em reunião do executivo, adjudicar a um gabinete de arquitetura a elaboração do respetivo projeto da intervenção, que deverá estar concluído no prazo de 50 dias.
Construído nos anos 80, pelo IGAPHE (Instituto de Gestão e Alienação do Património Habitacional do Estado), este complexo de habitação social é constituído por três blocos compostos por 13 lotes.
Não obstante ao longo dos anos terem sido executadas intervenções pontuais de beneficiação, torna-se agora necessário intervir com vista à melhoria da eficiência energética com novo revestimento nas fachadas, substituição integral das janelas e respetivas caixilharias, substituição do revestimento das coberturas e aplicação de isolamento térmico, reabilitação integral das redes técnicas de águas, eletricidade e telecomunicações nas partes comuns e ainda a remodelação das zonas comuns dos prédios. Para o efeito, o Município vai submeter candidatura a financiamento, no âmbito da eficiência energética, com o principal objetivo de um progressivo aumento da eficiência energética no setor da habitação social concelhia, apoiando a implementação de medidas integradas de promoção da eficiência energética e racionalizando os consumos.
A beneficiação deste complexo da habitação social de Esposende enquadra-se na política social definida pelo Município, que visa garantir melhores condições de habitabilidade aos seus moradores. Recorde-se que, recentemente, a Câmara Municipal procedeu à requalificação do Parque Infantil e do Polidesportivo, dando resposta às suas pretensões.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Festival de Teatro Amador de Esposende já arrancou.

Com sala cheia arrancou, no passado sábado, 25 de fevereiro, o 2.º Festival de Teatro Amador de Esposende - FESTIAMA, evento integrado no programa CREARTE – Crescimento da Arte Teatral em Esposende, que está a ser desenvolvido, com bastante êxito, pelo Município.
O GATERC – Grupo Amador Teatro Esposende Rio Cávado foi o primeiro dos cinco grupos de teatro amador do concelho a subir ao palco do Auditório Municipal de Esposende, com a apresentação da peça “Polícias”, de Slawomir Mrozek, uma sátira sobre o estado totalitário, que foi muito aplaudida e elogiada pela vasta plateia.
O Festival reserva, ainda, mais quatro apresentações, sendo que a próxima é já no próximo sábado, dia 4 de março, e será da responsabilidade do grupo Forjães em Cena, que sobe ao palco com “O Gato”, de Henrique Santana. A trama desta história inverosímil e fantástica desenvolve-se em torno de "o querer", única força que tudo consegue, até mesmo de transformar "o gato" num ser humano (com características de felino) e cuja comicidade advém de equívocos e situações hilariantes. Esta comédia tem como ação principal o casamento entre Carlos e Teresa.
No dia 11 é a vez da JUM - Juventude Unida de Marinhas, que estreará “Aqui há fantasmas”, também de Henrique Santana. Trata-se de uma farsa que gira em torno de uma casa senhorial supostamente assombrada. O Professor Hermes decide fazer lá uma experiência: testar a pílula da coragem. Escolhe o Chichas para cobaia e promete-lhe 150 contos em troca de ele passar a noite naquela casa, onde será submetido a experiências de terror, provocando-lhe o medo. Pede a um colega que se disfarce de fantasma para assustar o homem, só que há outros fantasmas lá em casa.
O FESTIAMA prossegue no dia 18 de março, com o GARFO - Grupo de Artes Recreativas de Fonte Boa, que levará à cena “A Maluquinha da Rua Direita”, de André Brun. A peça é uma comédia de costumes, uma história de enganos de uma família de vigaristas que, através dos mais variados esquemas e logros, vive muito acima das suas possibilidades.
Por fim, no dia 25 de março, o GATA - Grupo de Teatro Amador de Fão encerra a edição de 2017 do FESTIAMA, com a peça “D. Rosinha, a Solteira”, de Federico Garcia Lorca. Trata-se de uma comédia dramática, que gira em torno de Rosinha, menina alegre e bem disposta, e no amor que esta nutre pelo seu primo de quem está noiva, que teve de ir viver para o outro lado do atlântico, trabalhar nas terras de seu pai. 
Todos os espetáculos decorrem no Auditório Municipal de Esposende, sempre às 21h30, com entrada livre. Poderão ser feitas reservas de bilhetes, limitadas à lotação da sala, até às 16h30 do dia anterior ao espetáculo e estas reservas deverão ser levantadas na Bilheteira do Auditório Municipal, no dia do espetáculo, entre as 19h30 e as 20h30. Para mais informações e reservas contactar para 968 690 784 ou rui.cavalheiro@cm-esposende.pt.
Fonte:  Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Minho Digital

Na 1ª página, entre outros títulos, poderão ler:                                                              
1 –  A verdade que está por trás da reciclagem. Mais um excelente trabalho na área do ambiente da nossa colega Ana Lages.
2 – O Hospital de Ponte de Lima está com problemas de descoordenação administrativa que a todos afectam: funcionários administrativos, enfermeiros, médicos e utentes. Saiba o que se passa perante um velho problema perante a aparente apatia de quem de direito.
3 – O nosso colega Joaquim Vasconcelos alerta para o eterno problema das Dunas dos Caldeirões em Vila Praia de Âncora. Fizeram-se obras à pressa, gastaram-se milhões, mas nada adianta contrariar de ânimo leve a natureza…  As fotos que revelamos são indesmentíveis!
4 – Monção vai promover a lampreia do Rio Minho. A fama gastronómica já vem de longe mas, mesmo assim, a autarquia promoveu uma série de iniciativas de que se destaca, também, o sempre concorrido Rali da Lampreia. Um programa de luxo para um dia que promete ser em cheio!
5 – O Centro Vale do Minho sonhou, arranjou parcerias e a obra nasceu: o Workshop Transfronteiriço ERASMUS +, em Monção, foi um êxito que juntou centenas de participantes, entre eles muitos galegos. A ideia foi partilhar experiências, cooperar na inovação e apresentar ideias e projectos. As raízes estão lançadas.
6 – A IRIS INCLUSIVA (IPSS) e os Bombeiros Voluntários de Viana do Castelo deram as mãos numa acção formativa em suporte básico de vida. O sucesso serviu de estímulo para novas iniciativas. Um exemplo de voluntariado a pensar nos cegos e pessoas com dificuldades visuais.
7 – Voltamos a lembrar o Entrudo e o Enterro do Pai Velho que vai realizar-se durante dois dias em Lindoso, Ponte da Barca. Merece uma visita porque, ali, a tradição é genuína. 
8 – No desporto, destacamos a DKC (Darque Kayak Clube) que apresentou a candidatura à Taça do Mundo de Maratonas 2017/18. Em Vila Nova de Cerveira, os atletas da ADCJC alcançaram excelentes resultados na Regata Troféu Remo Jovem/Master/Adaptado. Finalmente, Valença acolherá amanhã um Estágio Internacional de Judo.                                                                                                                                                             www.minhodigital.com

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Barcelos exemplo europeu de integração de refugiados

Vice-Presidente da Câmara marca presença no 2nd Meeting Project “Europe for Citizens” na Hungria
No II Encontro da rede de países e respetivos municípios que integram o Programa Europeu “Europe for Citizens” – Europa para os Cidadãos, a apresentação de Barcelos marcou a diferença através de uma abordagem clara, prática e objetiva dos projetos de integração levados a cabo junto da comunidade cigana – Projeto “Escolhas”, GaloArtis -, assim como o acompanhamento que tem sido feito junto da família de refugiados que o Município acolhe desde setembro do último ano.
Tendo em conta a importância dos temas em debate, este encontro contou com a presença da Vice-Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Armandina Saleiro. O ponto fulcral de todo o evento, que decorreu de 14 a 19 de fevereiro na Hungria, na cidade de Kistelek, e que juntou representantes de Itália, Espanha, Grécia, Estónia, Hungria e Portugal, centrou-se na discussão das políticas migratórias e a situação problemática que a União Europeia atravessa relativamente à entrada, acolhimento e integração de refugiados. Houve ainda uma visita à fronteira do Condado, seguida de uma sessão informativa e debate acerca de todo o processo legal inerente à entrada/legalização de refugiados e a apresentação de dados estatísticos dos últimos anos.
O encontro pretendia que o município representante de cada país divulgasse as boas práticas em atuação no seu município em relação à questão das migrações. Barcelos deixa de forma exímia a sua marca em território húngaro, e prepara-se já para ser o anfitrião do próximo encontro, que irá realizar-se de 1 a 5 de maio, em plena época festiva barcelense. O III Encontro dará lugar ao tema relacionado com as políticas da União Europeia e de que forma estas podem contribuir para o crescimento sustentável da comunidade local.

ARS VOCALIS - Salão Paroquial de Marinhas.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Casa da Juventude apresenta propostas para o mês de março

A Câmara Municipal de Esposende vai promover, nos próximos dias 6, 7 e 8 de março, na Casa da Juventude, sessões de esclarecimento sobre o acesso ao Ensino Superior.
Em resposta às solicitações e preocupações dos pais e encarregados de educação dos estudantes do 12.º ano que se encontram a preparar a candidatura ao ensino superior, o Município, em parceria com Universidades e Institutos Politécnicos da região norte, vai proporcionar fóruns de discussão e esclarecimento de questões relacionadas com a oferta formativa, empregabilidade, procedimentos para o acesso ao ensino superior, apoios sociais e questões relacionadas com a praxe académica.
À semelhança de anos anteriores, a Casa da Juventude vai realizar uma oficina criativa alusiva à temática do “Dia do Pai”, intitulada ”Um Presente Diferente, Para o Meu Pai”. A atividade terá lugar no dia 17 de março, a partir das 14h30, e é dirigida a crianças entre os 6 e os 10 anos, sendo a participação grátis e limitada a 12 participantes.
Integrado na Semana da Leitura da Rede de Bibliotecas do Concelho de Esposende, a Casa da Juventude vai acolher, entre os dias 27 e 31 de março, a exposição "Ler por aí – da leitura à criação artística”. A mostra integra trabalhos artísticos realizados pelos alunos do Agrupamento de Escolas António Correia de Oliveira no âmbito do projeto “Ler por aí – da leitura à criação artística”, promovido pelas bibliotecas escolares e pelos docentes de educação tecnológica e educação visual. Trata-se de um projeto que tem como principais objetivos a promoção da leitura, a sensibilização dos alunos para a criatividade, através de diferentes práticas artísticas, e a interação com a comunidade em geral. No âmbito desta iniciativa, após a leitura e exploração em sala de aula de textos literários diversificados, cada turma cria um objeto artístico. A mostra poderá ser visitada de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 20h00.
Durante o mês de Março, a Casa da Juventude dará continuidade ao Torneio FIFA 2016, com sessões nos dias 15, 22 e 29, e ao Torneio de Matraquilhos, nos dias 17, 24 e 31, todas sempre a partir das 14h30. A participação nestas atividades é gratuita, mas limitada a 20 participantes cada, devendo as inscrições ser efetuadas até ao dia 13 e 15 de março, respetivamente.
O “Study Day” mantém-se à quarta-feira, com o intuito de ajudar os jovens a manter boas práticas escolares, proporcionando a partilha dos conhecimentos adquiridos, num ambiente mais descontraído e informal.
Para mais informações, os interessados deverão contactar a Casa da Juventude, através do telefone 253 960 162 ou do e-mail casa.juventude@cm-esposende.pt.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Esposende estuda passagem da Ecovia do Litoral sobre o Cávado

A Câmara Municipal de Esposende pretende construir uma faixa lateral de circulação pedonal ao longo da Ponte D. Luís Filipe, usualmente chamada de Ponte de Fão.
 Neste sentido, o executivo municipal decidiu, de acordo com deliberação aprovada ontem, em reunião de Câmara, avançar com a elaboração do respetivo projeto. Esta decisão surge na sequência de anteriores contactos estabelecidos com a Infraestruturas de Portugal (IP), proprietária da infraestrutura, e com a Direção Geral do Património Cultural, dado tratar-se de um monumento classificado como Imóvel de Interesse Público.
Atendendo à especificidade da obra e ao facto de não dispor nos seus quadros de técnicos especializados na área, o Município entendeu contratar a um gabinete de engenharia a elaboração do projeto, que deverá estar concluído no prazo de 90 dias.
“Trata-se de um trabalho de engenharia muito específico e complexo, que implica a realização de estudos para aferir a viabilidade da intervenção”, refere o Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, acrescentando que tanto a Infraestruturas de Portugal como a Direção Geral do Património Cultural se mostraram recetivas à criação da faixa pedonal.
Benjamim Pereira refere que “para além da mais-valia que constituiria no plano da mobilidade urbana sustentável, esta seria uma excelente solução para garantir maior segurança a quem atravessa a ponte a pé ou de bicicleta, uma vez que a atual travessia pedonal é muito estreita”. A intenção é que esta faixa interligue com a Ecovia do Litoral Norte, que ligará Apúlia a Caminha, clarifica o Presidente da Câmara Municipal, assinalando que “é um passo importantíssimo para o desenvolvimento do concelho e para a mobilidade da população”.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Commedia a La Carte - CIRCUS | 17 de março | Centro Cultural de Viana do Castelo

Informamos que os bilhetes para o espetáculo Commedia a La Carte - CIRCUS, a realizar no dia 17 Março, no Centro Cultural de Viana do Castelo já se encontram disponíveis para venda.
-  Locais de venda: Teatro Municipal Sá de Miranda, nos horários habituais da bilheteira (segunda a sexta-feira, das 9h00 às 19h00; em dias de espetáculo: das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 22h00); sábado e domingos em dias de espetáculos, (2 horas antes).
www.ticketline.sapo.pt.
Classificação etária: M/16 anos
Custo do bilhete  PLATEIA e/ou BANCADA: 15€
No dia do espetáculo, se a lotação não estiver esgotada, poderão adquirir bilhetes na bilheteira do Centro Cultural entre as 18h00 e as 21h30.
 Aceitam-se reservas de bilhetes, unicamente, por  email: tmsm@cm-viana-castelo.pt , com um prazo de levantamento de 24 horas, caso contrário a reserva ficará sem efeito.
Há bilhetes de plateia e bancada, pelo que deverão mencionar na reserva o desejado.
Não há lugares marcados.

Agenda cultural do município de Guimarães referente ao mês de Março.

 Agenda cultural do município de Guimarães referente ao mês de Março: https://issuu.com/culturacmg/docs/agenda_marc__o

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Município apoia Centro Social da Paróquia de Curvos na compra de mini bus

A Câmara Municipal de Esposende vai apoiar o Centro Social da Paróquia de Curvos na aquisição de uma nova viatura de transporte de passageiros.
O executivo deliberou, por unanimidade, atribuir uma verba de 37 361,25 euros à instituição, destinada a comparticipar a compra de um mini bus de 23 lugares, montante correspondente a metade do custo da viatura, de acordo com os critérios de apoio desta natureza às associações/instituições concelhias.
A aquisição de uma nova viatura de transporte deve-se ao facto de a viatura do Centro Social da Paróquia de Curvos ter atingido o limite permitido por lei para o transporte coletivo de crianças e, por conseguinte, já não cumprir os requisitos exigidos. 
Ao atribuir este apoio, o Município reconhece o papel fundamental das Instituições Particulares de Solidariedade Social, de utilidade pública e sem fins lucrativos, neste caso específico do Centro Social da Paróquia de Curvos, na operacionalização de respostas sociais que asseguram a qualidade de vida das nossas populações, e na identificação de situações de vulnerabilidade que importam acautelar.
De salientar, também, o papel pró-ativo que a instituição tem desempenhado na Rede Social de Esposende, alavancando projetos como a Loja Social, o Coro Sénior e o Programa de Envelhecimento Ativo.
Fonte:  Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Esposende investe 5,7 milhões de euros no Canal intercetor e Ecovia Fão-Apúlia

Em reunião realizada hoje, o executivo da Câmara Municipal de Esposende aprovou a abertura dos procedimentos com vista à execução de duas importantes intervenções integradas no plano de desenvolvimento concelhio, nomeadamente o Canal de proteção de cheias e o troço entre Fão e Apúlia da Ecovia do Litoral Norte, que representam um investimento global de 5,7 milhões de euros. Enquanto a Ecovia mereceu o voto favorável de todos os vereadores, a situação do canal intercetor mereceu a abstenção do vereador do Partido Socialista.
Assim, foi deliberado proceder à abertura do procedimento relativo ao projeto “Proteção e gestão de riscos, cheias e inundações - Construção de sistema intercetor e de desvio da área urbana de Esposende”, intervenção que, no global, representa um investimento de aproximadamente 4,5 milhões de euros, incluindo o valor da aquisição e expropriação dos terrenos necessários à execução da obra. 
O executivo municipal aprovou também a abertura do procedimento e aprovou o projeto de execução do “Plano de gestão da Ecovia do Litoral Norte e percursos complementares – troço de Fão/Apúlia”, cujo investimento rondará 1 milhão 150 mil euros. Deste montante, o Município de Esposende tem já garantido o financiamento de aproximadamente 1 milhão de euros, proveniente da candidatura apresentada ao quadro comunitário Portugal 2020, ao abrigo do PAMUS – Plano de Ação de Mobilidade Urbana Sustentável. Não obstante a Ecovia do Litoral Norte ter sido projetada no âmbito do Programa Polis Litoral Norte, o troço Fão/Apúlia será executado pela Câmara Municipal, através de fundos comunitários, garantidos no âmbito do Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial (PDCT) Cávado.
O Presidente da Câmara Municipal realça a importância desta intervenção, num contexto de valorização do território. “A Ecovia do Litoral traduzir-se-á numa mais-valia para o nosso concelho, constituindo mais um fator de atratividade, e permitirá unir Fão e Apúlia através de um percurso pedonal e ciclável”, refere Benjamim Pereira, acrescentando que “no futuro, será possível percorrer toda a zona litoral do concelho de Esposende, através desta ecovia, que ligará Apúlia a Caminha”. Recorde-se que estão já aprovados os troços entre Rio de Moinhos e Cepães, em Marinhas, e entre o açude de Santa Tecla e Foz do Rio Neiva, em Antas.
Benjamim Pereira expressa também satisfação pelo avanço do processo de execução do Canal intercetor, uma obra da maior relevância para Esposende, na medida em que permitirá resolver os problemas de cheias e inundações na zona urbana. Recorde-se que esta obra será financiada por fundos comunitários, constituindo, por isso, uma oportunidade única de pôr fim a este grave problema.
Fonte:  Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Município de Braga aposta no desenvolvimento de competências dos Bombeiros Sapadores

A Companhia de Bombeiros Sapadores de Braga está a desenvolver uma acção de formação em Salvamento e Desencarceramento de nível II, ministrado pela Escola Nacional de Bombeiros.
Esta iniciativa reflecte a aposta do Município de Braga na qualificação dos recursos humanos da sua Companhia de Bombeiros Sapadores, com o objectivo de dotar os formandos com competências técnico-operacionais para chefiar equipas em operações de salvamento e desencarceramento rodoviário e similares.
Já no ano transacto, o Município de Braga proporcionou um total de 6208 horas de formação aos profissionais da Companhia de Bombeiros Sapadores de Braga, atingindo 160 operacionais, que adquiriram competências em diversos cursos, nomeadamente em incêndios urbanos e industrias, em segurança e comportamento em incêndios florestais, em mergulho, na formação de tripulantes de ambulância de socorro, em segurança contra incêndios em edifícios, salvamento e desencarceramento, entre outros.

PASSOS DE MEMÓRIA - Caminhos de Santiago - Caminho Português da Costa | Carreço-Caminha: 11 de março | Caminha - V.N.Cerveira: 25 de março 2017

No mês de março realizam-se mais dois percursos “Passos de Memória”, desta vez com a realização da segunda e terceira etapa dos Caminhos de Santiago - Caminho Português da Costa. No dia 11 de março será realizado o percurso entre Carreço e Caminha e no dia 25 de março o percurso entre Caminha e Vila Nova de Cerveira, ambos com a  distância aproximada de 16 km.
Até ao dia 22 de julho, dia de chegada a Santiago de Compostela,  serão realizadas no total 10 etapas do Caminho, iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Viana do Castelo, no âmbito do projeto de Valorização dos Caminhos de Santiago - Caminho Português da Costa.
O ponto de encontro nos dias indicados será o Centro Cultural de Viana do Castelo (dia 11 de março, às 8h30 e dia 25 de março, às 8h00). A autarquia disponibiliza autocarro para transporte dos participantes até ao ponto de início da caminhada e para o retorno a Viana do Castelo no final da mesma.
O Caminho Português a Santiago é o segundo percurso mais percorrido, a seguir ao Francês, e tem registado um crescimento consolidado com crescente interesse nacional e internacional. No concelho de Viana do Castelo, estão alguns dos mais importantes marcos deste caminho, designadamente, na Igreja de Santiago de Castelo do Neiva, onde foram encontrados, em 1931, durante a realização de obras na igreja paroquial, dois importantes documentos arqueológicos: uma ara votiva do período romano, dedicada às divindades dos caminhos e a inscrição altimedieval de consagração da Igreja a Santiago, datada do ano 862, incrustada na parede sul da igreja, sendo a consagração mais antiga ao apóstolo feita fora do território espanhol.
Inscrição:
A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição, através do e-mail: sturismo@cm-viana-castelo.pt, devendo indicar:
Nome do participante; Data de nascimento; Concelho de residência; Contacto telefónico e E-mail.
As inscrições são limitadas, aceitando-se um máximo de 3 inscrições por e-mail.
Inscrições para o dia 11 de março - abertas a partir do dia 2 de março, às 12h00 até ao dia 8 de março.
Inscrições para o dia 25 de março - abertas  a partir do dia 16 de março, às 12h00 até ao dia 22 de março.
Mais informações através do telefone: 258 809 350 ou do e-mail: sturismo@cm-viana-castelo.pt
Consultar aqui Plano de Percursos 2017
Os percursos, que são um excelente modo de conhecer o património cultural e natural do município, além de promover o exercício físico, permitirão conhecer locais com paisagens deslumbrantes. Use sempre equipamento de acordo com a estação do ano, como impermeável, chapéu, calçado e vestuário adequado. Privilegie a água e a fruta nos seus mantimentos.
Caminhe connosco por estes passos de memória …

Loja Interativa de Turismo de Ponte de Lima aberta de segunda a domingo.

O Turismo é um eixo estratégico de desenvolvimento e Ponte de Lima um Destino Turístico de Excelência, o qual beneficia de uma localização privilegiada no epicentro da Euroregião Norte de Portugal - Galiza, onde a gastronomia, o enoturismo, o património histórico e paisagístico, os desportos de natureza e equestres, o alojamento de qualidade, complementam uma oferta muito apetecível, com identidade e qualidade.
Assim, a Loja Interativa de Turismo de Ponte de Lima, instalada na Antiga Cadeia Velha, em pleno Centro Histórico da Vila, é um ponto de passagem obrigatório de visitantes e turistas. Estes procuram a Loja de Turismo para obter diversas informações, nomeadamente os principais pontos de interesse turístico, alojamento, restauração, entre outros.
Neste contexto e atendendo ao elevado número de visitantes que se regista em especial ao fim de semana, a Loja de Turismo de Ponte de Lima vai estar aberta sete dias por semana, ou seja, passa a abrir aos domingos, a partir do mês de março. A medida vai prolongar – se até ao final de setembro.
A Loja Interativa de Turismo de Ponte de Lima está aberta das 9h30 às 13h00 e das 14h00 às 17h30, de segunda a domingo. Consulte o website do turismo de Ponte de Lima em: www.visitepontedelima.pt. 

O melhor da música de câmara mundial passa em Barcelos

O festival internacional de música de câmara Harmos regressa a Barcelos entre os dias 8 e 11 de março. O Teatro Gil Vicente e o Salão Nobre da Câmara Municipal acolhem quatro dos concertos integrados na 11ª edição do evento que se realiza simultaneamente em várias cidades do país. A entrada é gratuita.
Da Escola Superior de Música de Lisboa - Instituto Politécnico de Lisboa chega o Chinski Quartett, grupo de cordas composto por Ana Paula Sousa (violino), João Cunha (violino), Beatriz Acosta (viola) e Victor Pavtchinski (violoncelo). O quarteto atua no dia 8 de março, quarta-feira, às 15h, no Teatro Gil Vicente, num concerto comentado, dirigido particularmente à comunidade sénior.
No dia seguinte, 9 de março, será a vez dos músicos que compõem o Elysian Piano Quartet, afetos à prestigiada escola belga Koninklijk Conservatorium Brussel, subirem ao palco do Salão Nobre da Câmara Municipal, às 21h30.
A 10 de março, à mesma hora, o Teatro Gil Vicente recebe o Sminov Quartet, do conservatório Hochschule für Musik Basel, da Suíça. O ciclo encerra no sábado, dia 11, com um concerto protagonizado pelo Piano Quartet Interest, constituído por quatro músicos da Academia Estoniana de Música e Teatro, no Salão Nobre da Câmara Municipal, também às 21h30.
Detentor do selo EFFE (Europe for Festivals, Festivals for Europe, sob a égide da Comissão Europeia e da Associação Europeia de Festivais), tem sido reconhecido como um festival de referência nacional e internacional, e apoiado por um conjunto importante de parceiros.
O HARMOS é organizado pela Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo do Politécnico do Porto e tem colaborações com uma vasta rede de Instituições de Ensino Superior Artístico em todo o mundo.
PROGRAMA HARMOS Classical 2017:
Dia 8 de março || quarta-feira
15h00
Teatro Gil Vicente
Concerto Comentado para Séniores
CHINSKI QUARTETT
Escola Superior de Música de Lisboa, IPL, Portugal
Ana Paula Sousa, violino
João Cunha, violino
Beatriz Acosta, viola
Victor Pavtchinski, violoncelo
Dia 9 de março || quinta-feira
21h30
Salão Nobre da Câmara Municipal
ELYSIAN PIANO QUARTET
Koninklijk Conservatorium Brussel, Bélgica
Natalia Kotarba, violino
Varvara Jitcov, viola
Anna Reiter, violoncelo
Monika Darzinkeviciute, piano
Dia 10 de março || sexta-feira
21h30
Teatro Gil Vicente
SMIRNOV QUARTET
Hochschule für Musik Basel, Suíça
Smirnov Dmitry, violino
Mariia Ten, violino
Romain Roussel, viola
Héctor Hernández, violoncelo
Dia 11 de março || sábado
21h30
Salão Nobre da Câmara Municipal de Barcelos
PIANO QUARTET InterEST
Estonian Academy of Music and Drama, Tallin, Estónia
Maarja-Helen Oserov, violino
Merike Heidelberg, viola
Valle Rasmus Roots, violoncelo
Auli Lonks, piano

Os Verdes reúnem com a Comissão dos ex-Trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo

Uma delegação do Partido Ecologista Os Verdes, composta entre outros, pelos dirigentes nacionais do coletivo nacional, Mariana Silva e Fernando Sá reunirá amanhã, 23 de Fevereiro, com a comissão representativa dos ex-trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo.
O encerramento dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo representou um infortúnio para os trabalhadores e para a região. Centenas de trabalhadores ficaram no desemprego e numa situação de dependência do subsídio de desemprego.
Apesar dos vários apelos feitos por esta comissão de ex-trabalhadores ao Governo, para que encontre uma solução para estes ex-trabalhadores e para a suas famílias, continuam sem ver solução para o futuro.
Os Verdes consideram dramática a situação em que, ainda hoje, estes ex-trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo se encontram pelo que têm acompanhado de perto esta temática, assim:
dia 23 de Fevereiro – Quinta-feira - 10.30h - Os Verdes reúnem com a Comissão Representativa dos ex-Trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, no Grupo Desportivo dos Trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo.
O Partido Ecologista “Os Verdes”

Esposende Surf Team arranca época desportiva 2017 com um dos melhores resultados de sempre!!

Decorreu no passado fim-de-semana, 18 e 19 de fevereiro, em Viana do Castelo a primeira etapa do Circuito Bodyboard do Norte 2017. Naquela que foi a primeira competição deste ano, Esposende respondeu em força, com 18 atletas da Esposende Surf Team a apresentarem-se a competição, representando assim o clube e a cidade. E tal participação não podia ter corrido melhor aos atletas esposendenses, que conseguiram garantir 5 presenças nas finais.
Na categoria rainha, Bodyboard Open, Tiago Castro sagrou-se o grande vencedor, na categoria masters (>35 anos) a final foi dominada pelas três presenças Esposendenses, em que Daniel Ferreira venceu, Tiago Castro foi segundo e Rui Rebelo terceiro classificado. Ainda de destacar o jovem atleta José Afonso que alcançou o pódio na categoria sub-16, tendo ficado em 3º lugar na final. A Esposende Surf Team trouxe ainda um prémio entregue pelo Surf Clube de Viana, de reconhecimento por pertencer à organização do Circuito de Bodyboard do Norte, circuito que contará em outubro com uma etapa em Esposende, que encerrará este Circuito. De salientar que o clube continua assim a afirmar-se cada vez mais nos desportos de ondas, quer a nível regional, como a nível nacional.
O clube Esposendense deixa ainda um agradecimento à organização desta prova, a cargo do Surf Clube de Viana, bem como à Câmara Municipal de Esposende e CICS Palmeira de Faro por todo o apoio!
A próxima prova irá realizar-se já nos próximos dias 4 e 5 de março na Póvoa de Varzim!
Veracidade dos factos podem ser comprovados em:

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Informação.

Estimados atletas, pais, encarregados de educação e simpatizantes.
 A BAKE  está a abrir um novo Dojo de Karaté em Esposende,  situado no Largo Tomás de Miranda, nº. 18 (atrás do restaurante O Buraco).

Horários:  5ªs feiras: 19:30 às 20:30 / Sábados: 15:00 às 16:00

Inscrições » e-mail: bushido.ak.esposende@gmail.com Telemóvel: 934203670

início dos treinos : 02 de março (5ª feira)

Vem experimentar o nosso novo Dojo! 

Sabores do Mar à mesa de 28 restaurantes de Esposende durante o mês de março

Numa estratégia de valorização do seu território e de afirmação da gastronomia e vinhos como produto estratégico, o Município de Esposende vai levar a efeito a 18.ª edição da iniciativa “Março com Sabores do Mar”, na qual participam 28 unidades de restauração do concelho, que apresentam sugestões de peixe e marisco para degustar ao longo de todo o mês.
Na apresentação do evento, que decorreu esta manhã, no Centro de Informação Turística de Esposende, o Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, afirmou que, no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Turístico, o Município tem vindo a desenvolver um trabalho de excelência com vista à captação de mais turistas e visitantes, notando que o concelho é dotado de um conjunto de condições que fazem deste um território privilegiado, desde logo a sua beleza natural, até às boas acessibilidades. Benjamim Pereira assinalou, contudo, o vasto trabalho que o Município tem vindo a executar no plano da valorização do espaço público, apontando vários exemplos, entre os quais a requalificação em curso da Rua do Pinhal, em Apúlia, que integra o percurso dos Caminhos de Santiago, a beneficiação da Avenida Marginal da cidade, a Ecovia do Litoral, e a própria construção do Canal Intersector que irá gerar particular dinâmica ao longo dos seus 4,5 quilómetros, para além de várias outras intervenções em curso ou em vias de avançar.
Benjamim Pereira salientou, por outro lado, o esforço da Câmara Municipal para combater a sazonalidade, através da realização dos mais diversos eventos na época baixa, como forma de atrair gente ao concelho. Lembrou que Esposende registou, no Verão de 2016, um aumento exponencial de visitantes e, por conseguinte do volume de negócios, na ordem dos 20% a 30%, segundo um estudo da Associação Comercial e Industrial do Concelho, considerando que a este facto está associada a forte aposta do Município na animação durante esse período, bem como a estratégia de comunicação desenvolvida.
Lembrando que o “Março com Sabores do Mar” se integra na estratégia de combate à sazonalidade, o Presidente da Câmara Municipal notou o esforço desenvolvido para trazer sempre inovação à iniciativa, salientou o envolvimento de toda a comunidade, particularmente das escolas, e terminou manifestando total disponibilidade do Município para, dentro das suas responsabilidades e possibilidades e numa ótica de desenvolvimento económico, prestar apoio aos empresários do concelho.
Assinalando que “Esposende é uma referência na promoção turística não só no plano regional como nacional”, o Presidente da Entidade Regional Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), Melchior Moreira, saudou o Município pela promoção da iniciativa “Março com Sabores do Mar”, enquanto estratégia de promoção do produto estratégico gastronomia e vinhos e de combate à sazonalidade, e destacou a envolvência gerada em torno do evento, considerando-o “diferenciador”.
Melchior Moreira salientou o excelente trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo Município de Esposende na promoção e valorização do seu território e na captação de turistas e visitantes, particularmente nos períodos de baixa procura, com o intuito também de aumentar o tempo médio de estadia, e sublinhou a aposta também do Turismo de Natureza que Esposende tem sabido aproveitar.
Aludindo aos dados de 2016 relativos ao Turismo de Portugal, o Presidente da TPNP congratulou-se com o crescimento da região no panorama turístico nacional, sendo que o Norte foi o que mais cresceu, mais de 20,5%, correspondendo a um saldo de 5,5 milhões de euros na balança turística. Melchior Moreira revelou que, em 2016, o Porto e o Norte de Portugal atingiu 6,8 milhões de dormidas, valor muito próximo dos 7 milhões previstos atingir até 2020. Neste contexto, felicitou o Presidente Benjamim Pereira por ter assumido o turismo como uma estratégia em termos de crescimento e visibilidade para o concelho, considerando que “este é o caminho”.
A apresentação do evento “Março com Sabores do Mar” esteve a cargo do Vereador do Turismo, Rui Pereira, que apontou os objetivos associadas à iniciativa, que passam por afirmar a gastronomia e vinhos como produto estratégico, atrair gente a Esposende, pela valorização do território concelhio e por criar envolvimento com os agentes económicos locais, apostando também na formação.
Rui Pereira referiu que o Município tem preparado um amplo programa de divulgação e promoção do evento, tanto no país, como na vizinha Espanha, de modo a que o evento possa registar ainda uma maior adesão. Em nome do Município, o Vereador agradeceu a todos quantos se associam e colaboram na iniciativa e formulou votos de que a edição de 2017 seja um sucesso e que todos possam tirar dela o melhor proveito.
Dos 28 restaurantes aderentes, 14 concorrem ao Concurso Gastronómico, procurando aliar a inovação à tradição, cujo júri será encabeçado pelo Enólogo José Silva integrando mais quatro elementos ligados à gastronomia e jornalismo gastronómico.
Como habitualmente, as pastelarias voltam a associar-se à iniciativa, sendo que este ano são oito, assim como as cinco quintas produtoras de vinhos do concelho, os Lacticínios das Marinhas e as unidades de alojamento.
Promovido pela Entidade Regional TPNP, o Fim-de-Semana Gastronómico de Esposende integra o cartaz do “Março com Sabores do Mar”, realizando-se de 3 a 5 de março. Os restaurantes aderentes convidam a saborear uma ementa saborosa e genuína, composta por Lampreia do Rio Cávado, vinhos verdes do concelho e Clarinhas de Fão. A par da gastronomia, é garantido um programa que tem o duplo objetivo de proporcionar animação e dar a conhecer alguns locais do concelho.
Para além do concurso direcionado para os restaurantes, realizar-se-á também o concurso “Jovem Cozinheiro dos Sabores do Mar”, que vai já na nona edição, direcionado para os alunos da área da restauração e cozinha da Escola Profissional de Esposende.
Já habitual, o Concurso Gastronómico “Cantinas Escolares com Sabores do Mar”, já na 4.ª edição, tem como objetivo promover o consumo de peixe junto dos mais jovens. A avaliação dos pratos a concurso visa estimular ao cumprimento dos requisitos de higiene e segurança alimentar e nutricionais aplicados às cantinas, bem como promover a criatividade e a inovação.
A Escola Básica de Apúlia, em parceria com a Associação de Pais, vai realizar a 10.ª edição do Festival das Sopas e o “Concurso de Sopas do Mar”, no dia 17, às 19h30, uma iniciativa que, pelo terceiro ano consecutivo, irá premiar a melhor “Sopa do Mar”.
À semelhança de edições anteriores, a componente da formação volta a estar associada ao evento, numa parceria com a Escola Profissional de Esposende. Serão realizados workshops dedicados à confeção de peixes e mariscos, sob orientação de Chefes como Paula Peliteiro, José Alexandre, Pedro Araújo e Artur Gomes. Por fim, o Enófilo José Silva orientará um workshop cujo tema será os vinhos verdes, e Bárbara Cunha será responsável por uma outra sessão, mas de cozinha infantil.
Em colaboração com as escolas será promovida a 2.ª edição do concurso gastronómico “Fish Chef”, em que os chefes de cozinha serão as crianças e jovens das escolas do concelho.
Complementarmente à componente gastronómica, o Município aposta num vasto e diversificado programa de animação, desde logo a exposição fotográfica “Propostas Gastronómicas com Sabores do Mar”, que estará patente, durante o mês de março, no Centro de Informação Turística de Esposende.
Desenvolvida já em edições anteriores, em parceria com a Associação de Pescadores Profissionais do Concelho de Esposende, a atividade “A escola vai à lota” volta a ser dinamizada, com o objetivo de incentivar o consumo de peixe e proporcionar uma melhor relação das crianças com este alimento. A Associação de Pescadores vai realizar mais uma edição do Festival da Lampreia do Rio Cávado.
Da programação consta também a “Prova de Mar”, uma parceria da Missão Continente e Continente de Esposende, onde, de forma divertida e através de inúmeros jogos apelativos, as crianças são incentivadas ao consumo regular de pescado, tendo oportunidade também de conhecer os diferentes tipos de peixe da nossa costa.
A vertente cultural está também associada ao “Março com Sabores do Mar”, com a realização do Festiama – Festival de Teatro Amador de Esposende. A apresentação de peças decorrerá no Auditório Municipal de Esposende, pelas 21h30: no dia 4 com a peça “O Gato” pelo grupo “Forjães em Cena”; no dia 11 “Aqui Há Fantasmas” da responsabilidade do grupo de teatro da Juventude Unida de Marinhas, no dia 18 “A maluquinha de Arroios” pelo Grupo de Artes Recreativas de Fonte Boa, e no dia 25 “D. Rosinha, a solteira” pelo Grupo de Teatro Amador de Fão.
No dia 8, terá lugar um seminário internacional de “Turismo Criativo” e a 28 de março será inaugurado o “Roteiro da Arquitetura Modernista”, na Casa das Marinhas.
A habitual Feira de Artesanato de Esposende vai, em março, ser dedicada também aos produtos endógenos, estando prevista para o dia 19 e decorrendo, como habitualmente, no Largo Rodrigues Sampaio, das 10h00 às 19h00.
A cerimónia da entrega de prémios e lembranças decorrerá no Auditório Municipal de Esposende, a 31 de março, pelas 15h30.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Ana Margarida de Carvalho vence Prémio Literário Manuel de Boaventura 2017

A escritora Ana Margarida de Carvalho é a vencedora da primeira edição do Prémio Literário Manuel de Boaventura, atribuído pelo Município de Esposende.
Reunido ontem, na Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura, em Esposende, o júri decidiu, por unanimidade, atribuir o prémio ao romance “Não se pode morar nos olhos de um gato”, editado em 2016, sustentando que a “decisão reflete o facto de se tratar de uma obra dotada de um imaginário poderoso e servida por uma força narrativa invulgar, visível não apenas no modo denso como convoca ressonâncias intertextuais, como pelo seu invulgar merecimento estético-expressivo”.

“Apesar de Ana Margarida de Carvalho ainda ser uma novel romancista, a verdade é que revela uma enorme maturidade literária, sobretudo se aferida pela sua capacidade de conduzir, com mão segura, uma narrativa de fôlego e pautada por uma inegável originalidade”, refere a decisão do júri, constituído pelos professores Sérgio Paulo Guimarães de Sousa, da Universidade do Minho, na qualidade de presidente, e António Manuel Ferreira, da Universidade de Aveiro, e por Maria Luísa Leite da Silva, da Câmara Municipal de Esposende, ambos na qualidade de vogal.
O júri manifestou regozijo pelo número elevado de obras a concurso, 113 títulos, provenientes tanto de Portugal como de países de língua oficial portuguesa.
O Prémio Literário Manuel de Boaventura foi criado com o intuito de homenagear e divulgar este escritor e homem de cultura, natural de Vila Chã, Esposende. No valor pecuniário de 7 500 euros, o Prémio tem periodicidade bienal, contemplando a modalidade da criação narrativa de Romances ou de Contos da autoria de escritores de língua portuguesa.
A cerimónia de entrega do Prémio ocorrerá em data a anunciar.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Rally de Portugal traz cerca de 3.500.000,00€ de retorno económico Direto para Ponte de Lima

Através do “Estudo do Impacto Direto do WRC Vodafone Rally de Portugal na Economia do Turismo”, neste caso reportado à escala municipal de Ponte de Lima, da responsabilidade do CIITT (Centro Internacional de Investigação em Território e Turismo), sob a coordenação do Prof. Doutor Fernando Perna, foi possível estimar que no caso do Município de Ponte de Lima, este terá assegurado entre 3.292.510 euros a 3.625.347 euros de valor de retorno económico direto (despesas de adeptos e equipas) em resultado da participação do Município na organização e acolhimento na edição de 2016.
Ainda segundo o Estudo em causa, o retorno direto é efetuado maioritariamente no setor da restauração (alimentação e bebidas), transportes internos e alojamento. O Rally de Portugal, organizado pelo Automóvel Clube de Portugal em parceria com alguns municípios, conforme é referido, promove novas procuras em novos momentos e espaços, contribuindo para a atenuação da sazonalidade dos fluxos turísticos ao longo do ano.
Será também interessante destacar que, dos adeptos não residentes que assistiram a pelo menos uma das etapas do Rally em 2016, 43,2% são nacionais enquanto 56,8 % têm origem no estrangeiro (Espanha, França, Alemanha e ouras origens). Relativamente aos fluxos turísticos internacionais salienta-se a expectável origem de 47,9 % de adeptos de Espanha, sendo que destes 65,7 % vem da Galícia. Trata-se efetivamente de um mercado de proximidade prioritário no evento e na região, tal como tem vindo também a ser reconhecido pelo Município de Ponte de Lima relativamente a outros eventos, nomeadamente através do reforço da promoção turística naquele território.
Estes dados vêm demonstrar a importância e ganhos locais proporcionados pelo evento atestando quanto à estratégia que tem vindo a ser preconizada pelo Município no respeita à aposta num calendário diversificado de eventos, realizados durante todo o ano, com destaque para aqueles de dimensão e projeção internacional, como é o caso do Rally de Portugal e o seu importante contributo na economia local contribuindo, de forma inequívoca, para a competitividade e identidade da escala regional.
Este é ainda um evento que em muito prestigia os territórios envolvidos, indutor de ganhos de imagem e de produtividade económica e social local, e um excelente veículo de divulgação dos recursos e potencialidades existentes em cada território.
Consciente destes impactos, o Município de Ponte de Lima continua a apostar e a querer envolver-se ainda mais na organização deste evento. Assim, para além do apoio logístico que é normalmente dado, o apoio financeiro para edição de 2017 será relativamente superior ao assumido em anos anteriores, no total de 57.000,00 €, o que efetivamente se justifica perante o retorno económico expectável, estando positivamente demonstrada a taxa de rentabilidade do investimento efetuado. Esta aposta passa nomeadamente por ter sido incluída, na edição deste ano, a passagem dos carros das várias equipas pelo Centro Histórico de Ponte de Lima, o que não só dará uma maior
visibilidade ao evento, como atrairá um maior número de turistas e visitantes à Vila mais antiga de Portugal. Esta será também uma oportunidade de dar a conhecer o grande valor histórico, arquitetónico e patrimonial do nosso Centro Histórico.
O WRC Vodafone Rally de Portugal 2017 irá realizar-se de 18 a 21 de maio, estando a etapa de Ponte de Liam agendada para o dia 19.

HARMOS Festival traz três concertos a Braga

A Cidade de Braga volta este ano a estar na rota do HARMOS Festival, um conceito único em todo o espaço europeu que reúne os melhores alunos das mais conceituadas escolas superiores do mundo.
A realizar de 7 a 11 de Março, o HARMOS Festival inclui três concertos em Braga que estão agendados para os dias 9, 10 e 11 de Março na Capela da Imaculada Conceição (Seminário Menor), no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian e no Auditório Vita, respectivamente. Os concertos decorrem sempre às 21h30.
Além de Braga, o HARMOS Festival inclui este ano concertos na Casa da Música, em Albergaria-a-Velha, Barcelos, Lousada e Santa Maria da Feira que contam com a participação de artistas dos cinco continentes.
O HARMOS é ainda o palco privilegiado para masterclasses, conferências e projectos de envolvimento comunitário, que fazem do conceito HARMOS um motor cultural em todos os contextos em que marca presença. O HARMOS pretende ser sempre “um projecto aberto e flexível às mudanças que o possam tornar ainda mais apelativo para os seus públicos, assumindo-se como uma proposta cada vez mais internacional”, explica a Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo, entidade organizadora do festival.
Detentor do selo EFFE (Europe for Festivals, Festivals for Europe, sob a égide da Comissão Europeia e da Associação Europeia de Festivais), tem sido reconhecido como um festival de referência nacional e internacionalmente e apoiado por um conjunto importante de parceiros.
Mais informações em www.harmos.eu

Estafeta da Amizade com inscrições abertas liga este ano Guimarães a Braga

DUAS CIDADES, UM TERRITÓRIO, UNIDAS PELO DESPORTO
Em 2017, a prova faz o percurso inverso, iniciando na Alameda Dr. Alfredo Pimenta e finalizando no Parque de Exposições de Braga. Receitas revertem integralmente para as Cercis das duas cidades. 
A segunda edição da Estafeta da Amizade, que une desta vez a cidade de Guimarães à de Braga no próximo dia 09 de abril, tem já as inscrições abertas. A prova de atletismo não só tem um cariz solidário, com as receitas a reverterem a 100% para a CerciGui e CerciBraga, mas também visa promover a coesão territorial e a igualdade de género.
O percurso este ano será invertido, sendo que os primeiros atletas vão partir da Alameda Dr. Alfredo Pimenta, passando pelas zonas de transição localizadas em Ponte, Portela/Balazar e Trandeiras, terminando a prova junto ao Parque de Exposições de Braga. As inscrições já se encontram abertas em www.estafetadaamizade.pt ou diretamente junto das Cercis de Braga e Guimarães.
Tal como sucedeu o ano passado, os Municípios de Guimarães e de Braga vão facultar transporte aos atletas desde o ponto de partida até cada ponto intermédio e desde a zona de meta até ao ponto de partida. Dada a especificidade da prova em que as equipas têm de ser formadas por dois elementos masculinos e dois femininos, foi criada uma bolsa de atletas onde os participantes poderão também formar novas equipas e criar novos laços.
ficha de inscrição 
http://www.cm-guimaraes.pt/frontoffice/pages/991?news_id=2940

Joel Sá entrega Projeto de Resolução que recomenda medidas urgentes de valorização dos Cemitérios dos Nossos Heróis

Joel Sá
O deputado barcelense Joel Sá entregou na passada sexta-feira, 17 de Fevereiro, um Projeto de Resolução que recomenda medidas urgentes de valorização dos Cemitérios dos Nossos Heróis, nomeadamente o cemitério militar de Richebourg l’Avoué, no norte de França, que é um cemitério militar exclusivamente português, no qual, entre 1924 e 1938, se sepultaram 1831 soldados.
Este Projeto de Resolução da autoria de Joel Sá, visa dignificar a memória dos nossos heróis compatriotas portugueses e desses os muitos conterrâneos barcelenses. Dai que a base tenha partido do documentário do Dr. Penteado Neiva "Lutaram como Diabos" baseado em diários, cartas, postais e com testemunhos de familiares de combatentes de Barcelos que participaram no conflito da I Guerra Mundial.
Em anexo, segue referido Projeto de Resolução que recomenda medidas urgentes de valorização dos Cemitérios dos Nossos Heróis.
Acompanhe a actividade política e parlamentar do deputado Joel Sá em www.facebook.com/JoelSa.Barcelos

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Resultados da 6.ª jornada do Campeonato Concelhio de Futebol Infantil, que decorreu ontem, 19 de fevereiro, no Complexo Desportivo do DR Estrelas do Faro, em Palmeira de Faro. A próxima jornada terá lugar no dia 5 de março, no Centro Desportivo do CF Fão.

Resultados da 3.ª jornada do Campeonato Concelhio de Veteranos - Futebol 7, que decorreu no passado dia 18 de fevereiro, no Centro Desportivo do CF Fão. A próxima jornada terá lugar no dia 4 de março.

Municipio de Esposende Apoia arrendamento

A Câmara Municipal de Esposende vai proceder à Elaboração do Regulamento Municipal do Programa de Apoio ao Arrendamento Habitacional. Neste sentido, o executivo deliberou, em reunião de Câmara e por unanimidade, dar início ao respetivo procedimento administrativo, abrindo o processo à comunidade para que todos os interessados possam apresentar os seus contributos.
É intenção do Município criar um instrumento que defina as regras ao nível da política social de habitação, que possibilite apoiar todos quantos vivam momentos de maior vulnerabilidade social. A medida reveste-se da maior relevância, traduzindo-se em mais um contributo do Município na consagração da promoção da igualdade de oportunidades e da coesão social. Com efeito, os constrangimentos associados à disponibilidade de fogos habitacionais para arrendamento da propriedade da Câmara Municipal, a sua natureza e localização, bem como o facto de alguns agregados não possuírem legitimidade para usufruírem de apoio à requalificação da habitação através de programa também disponibilizado pelo Município, não têm permitido uma ajuda efetiva a todos quanto vivem momentos de maior vulnerabilidade social neste âmbito.
No sentido de ultrapassar estes constrangimentos e tornar mais eficaz e abrangente a ajuda às famílias, o Município vai definir as regras e procedimentos deste programa de apoio, a concretizar com base na dotação orçamental aprovada anualmente para o efeito. Pretende-se que esta seja uma medida de natureza transitória, por um período máximo de três anos, sendo que o valor do apoio, que pode atingir até metade do valor da renda, será definido com base no rendimento do agregado per capita. Refira-se que a concretização deste apoio será acompanhada por técnicos do Serviço de Habitação do Município, em estreita articulação com os demais serviços e entidades locais com responsabilidades na intervenção social concelhia.
Os interessados em apresentar contributos e sugestões para a elaboração deste regulamento poderão fazê-lo até ao próximo dia 9 de março, através de proposta contendo nome completo, morada ou sede, profissão e número de identificação fiscal, dirigida ao Presidente da Câmara Municipal. As propostas podem ser remetidos através de e-mail para marina.costa@cm-esposende.pt, ou entregues no Serviço de Atendimento Personalizado da Câmara Municipal, sita na Praça do Município, 4740-223 Esposende.
O Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, assinala que “esta medida representa uma evolução ao nível do apoio social prestado pelo Município, abrindo a porta a outras possibilidades, não se cingindo à disponibilidade de fogos de habitação social da Câmara Municipal”. Benjamim Pereira clarifica que um dos propósitos é que as famílias não sejam obrigadas a mudar de residência ou deslocar-se para outra freguesia, podendo manter as raízes no meio onde estão inseridas”. Considerando que está em causa a melhoria da qualidade de vida dos munícipes, o Autarca espera, por isso, o contributo de toda a população na apresentação de sugestões e propostas.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

AMAReMAR desafia esposendenses a participar em projeto de Arte e Comunidade

Com o intuito de promover a inclusão social e cultural, e potenciar o crescimento pessoal dos cidadãos, o Município de Esposende tem vindo a desenvolver, desde 2016, o projeto AMAReMAR, ao qual podem aderir, de forma gratuita, todos os interessados, de qualquer idade.
Tendo como premissa a importância da educação e da cultura na formação integral do indivíduo e do coletivo, como verdadeiros instrumentos de coesão social, este projeto traduz-se numa proposta de intervenção social através de práticas artísticas. Com efeito, através do trabalho em diversas disciplinas artísticas, os públicos cruzam-se e contribuem para um projeto artístico comum, identitário, potenciando-se o fator transformador, democratizador das artes.
Com coordenação de Hugo Cruz, especialista em práticas artísticas e comunidades, o projeto integra oficinas de Teatro, Música, Ilustração e Fotografia e Vídeo, sob orientação, respetivamente, de Susana Madeira, Filipe Miranda, Joana de Rosa e Rogério Ribeiro.
Com a Oficina de Teatro pretende-se que os participantes apreendam vocabulário teatral, efetuem trabalho de grupo e de consciência de grupo. Através das escolhas dos participantes, nomeadamente de objetos e/ou fotografias, o grupo relembra histórias, imagens, ideias, que servirão de inspiração para um espetáculo final, a ter lugar no próximo dia 3 de junho.
A Oficina de Música integra duas dimensões, nomeadamente, música eletrónica e música de percussão, no âmbito da qual foi recentemente apresentado o primeiro trabalho discográfico do coletivo “S90”.
Na Oficina de Fotografia e Vídeo, os participantes aprendem princípios básicos de fotografia e vídeo em contexto de sala e exterior, sendo que na Oficina de Ilustração os participantes são levados a refletir sobre o conceito de ilustração, e, através da partilha de ideias, concebem uma ilustração conjunta, concretamente um Mural Ilustrado. No âmbito desta Oficina, o ano passado, foi concebido o Mural Ilustrado, situado junto ao Bairro da Central, na Rua Narciso Ferreira.
O AMAReMAR procura potenciar o envolvimento da comunidade em todas as fases do projeto, nomeadamente através da exploração e (re)descoberta da cultura local, da história das gentes, da transformação social. Este envolvimento e participação da comunidade acontece em várias dimensões, quer ao nível da recolha de histórias, vivências e costumes, quer como participantes nas várias oficinas artísticas, quer, inevitavelmente, enquanto espectadores. Pretende-se, assim, promover atitudes participativas na vida cultural e social da comunidade, uma maior consciência dos seus valores estruturantes, das suas responsabilidades e obrigações, potenciando o combate à apatia e isolamento social.
Como forma de promoção do projeto, encontra-se disponível on-line um vídeo promocional, que poderá ser visualizado através do link https://youtu.be/sV6FQaIZOfw.
O projeto AMAReMAR tem sede no Bairro da Lagoa, na Rua Narciso Ferreira, n.º 44, em frente ao Jardim de Infância da Santa Casa da Misericórdia de Esposende.
Para mais informações sobre o projeto, nomeadamente para inscrições e consulta de horários das oficinas, os interessados poderão consultar a página de facebook https://facebook.com/comunidade.amaremar/, ou através do endereço eletrónico amaremar@cm-esposende.pt ou, ainda, do telefone 935 010 524.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Braga reúne parceiros com vista à promoção da Regeneração Urbana

Conselho Estratégico reuniu no Palácio do Raio.
Realizou-se hoje, dia 20 de Fevereiro, no Palácio do Raio, mais uma reunião do Conselho Estratégico para a Regeneração Urbana de Braga (CERPUB), um órgão consultivo que reúne um leque ecléctico de entidades e personalidades ligadas às várias áreas que contendem com a temática, tendo por objectivo recolher contributos e promover uma política pública participada e abrangente.
Na ocasião, o Edil anunciou que será lançado um portal da reabilitação urbana assim que as novas Áreas de Reabilitação Urbana (ARU´s) sejam formalmente aprovadas e publicadas em Diário da República. “O Município vai promover três sessões públicas de esclarecimento orientadas para as delimitações das ARU´s, pretendendo com isso levar ao maior número possível de cidadãos a informação sobre este instrumento capaz de fomentar o investimento na regeneração através de benefícios directos consideráveis”, afirmou, lembrando ainda, neste sentido, a adesão da Autarquia ao programa Reabilitar para Arrendar – Habitação Acessível, uma linha de financiamento disponibilizada pelo Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) que visa dinamizar a reabilitação urbana e a criação de rendas acessíveis.
Segundo o Autarca, vive-se um “momento de reanimação” do ponto de vista económico, que tem reflexo no aumento dos pedidos de processos de licenciamento em curso em todo o Centro Histórico, vários deles corporizados por investidores internacionais em unidades hoteleiras e edifícios de serviços. Mas apesar dos processos a tramitar serem ´bastantes´, estão ainda ´aquém do desejado´. “Há zonas deficitárias em termos de intervenção e um dos propósitos deste Conselho deve ser o de encontrar ideias e propostas para mobilizar os proprietários e potenciais investidores nos processos de reabilitação nessas mesmas zonas”, disse Ricardo Rio.
Outro aspecto importante enfatizado pelo Edil está relacionado com as intervenções previstas nos próprios edifícios do Município, como são o caso do Parque de Exposições, Mercado Municipal, Pousada da Juventude ou antigas instalações da Escola Francisco Sanches. “A juntar a isto temos também as reabilitações que se irão realizar pela BragaHabit nos Bairros das Enguardas e Santa Tecla, juntamente com a demolição do Bairro da Ponte dos Falcões. Na área da mobilidade, procuramos igualmente soluções diferenciadoras e que resultam de boas práticas validadas internacionalmente”, referiu, dando como exemplo as zonas 30 – limitação da velocidade a implementar em áreas residenciais com comércio elevado ou na proximidade de equipamentos escolares – ou as zonas Kiss & Go –facilitam a recolha das crianças nas áreas sensíveis.
As sessões públicas de esclarecimento das ARU’s começam Quarta-feira, 22 de Fevereiro, no auditório da Junta de Freguesia de S. Victor. A 23 de Fevereiro tem lugar a segunda sessão, no auditório da Junta de Freguesia de Dume, e a terceira e última sessão decorre a 24 de Fevereiro, no auditório da Junta de Freguesia de Maximinos.

Lançadas obras de remodelação do adro da Senhora da Saúde.

O Município de Esposende vai proceder à remodelação do adro da capela da Senhora da Saúde, em Esposende. A obra conferirá dignidade a uma das principais portas de entrada na cidade e deverá estar concluída em julho, a tempo das festividades de agosto.
A intervenção custará à Câmara Municipal de Esposende 155.893 euros, já com IVA, obra firmada em protocolo que envolve o Município e a Fábrica da Igreja Paroquial de Santa Maria dos Anjos de Esposende e prevê a intervenção num “espaço nobre para a cidade, situado numa das principais entradas da urbe e que, apesar de ser propriedade da Igreja, tem acentuada utilização pública”, sublinha o presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira.
Mas esta será apenas uma das muitas intervenções que o Município de Esposende projectou para Esposende. Depois de dragar a doca de pesca, inaugurar dois troços da Ecovia, intervir no molhe da barra que estará concluída dentro de 15 dias, intervir no espaço exterior do bairro do Igaphe, concluir a colocação do sintético no estádio Padre Sá Pereira, fazer obras nos parques de estacionamento da escola Henrique Medina e dos bombeiros são exemplo do trabalho desenvolvido, conforme lembrou o presidente da Câmara Municipal de Esposende.
Muitas outra intervenções podem acrescentar-se ao rol, como a eliminação das barreiras arquitetónicas, a ampliação da biblioteca, o arranjo exterior da escola primária, a construção do canal intercetor, a requalificação da escola Henrique Medina, o projeto do Parque da Cidade, o projeto de alargamento da ponte D. Luís Filipe para prolongar Ecovia, o projeto de intervenção no bairro de habitação social, o projeto para a variante a Esposende, idealizada no PDM de 1994, a obra no Mercado Municipal ou a requalificação da doca de pesca.
Esta realidade permite ao presidente do Município “fazer um balanço sem constrangimentos. Temos 136 intervenções feitas ou em curso no município. Não deve haver muitos municípios com este grau de realização. E são obras em todas as freguesias e não apenas naquelas que são da nossa cor política”, vincou Benjamim Pereira.
O autarca lembra que “a gestão autárquica faz-se em função do aproveitamento das oportunidade, mesmo que estas não tenham constituído promessas eleitorais, numa base de confiança, com uma postura “honesta para com a população. É o mandato com maior investimento feito nas freguesias desde sempre e tem mais valor porque toda a sustentabilidade financeira foi acompanhada pela boa gestão e não pelo aumento dos impostos cobrados pelo município”, lembrou Benjamim Pereira.
O arcipreste Delfim Fernandes lembrou as quase duas décadas que leva o pedido de intervenção no Souto da Senhora da Saúde, para destacar a ação do Município nesta concretização.
Já o secretário da Junta da União de Freguesias de Esposende, Marinhas e Gandra, José Magalhães agradeceu à Câmara Municipal “o esforço financeiro para tornar esta obra uma realidade que muito servirá os esposendenses” e o presidente da mesma junta Aurélio Neiva lembrou as dificuldades que tiveram de ser ultrapassadas, desde logo com “a nova situação da união de freguesias e da mudança de Governo com obrigatoriedade de renegociar certos projetos”. Destacou as várias obras executadas neste mandato e pediu a “intervenção na zona das garagens do bairro sudeste”.
O adro da Senhora da Saúde é o maior espaço verde da cidade de Esposende. O recinto está muito degradado, com os pavimentos e o próprio coreto em mau estado de conservação, pelo que será alvo de restauro. O estacionamento será organizado, a zona das instalações sanitárias melhorada, o pavimento em torno da capela alterado para cubo de granito, serão plantadas mais árvores e colocadas mesas para piquenique.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME