quinta-feira, 11 de abril de 2019

Deputados do PCP ao lado dos pescadores de Esposende.

Ao lado dos pescadores, os deputados comunistas Carla Cruz e João Pimenta Lopes, estiveram ontem, dia 8, em Esposende. Na visita, puderam verificar que as obras de modernização da doca de pesca se encontram paradas, sem que se conheça justificação para isso. Para a comunidade piscatória, a instalação de um guincho na rampa-varadouro, a recuperação das plataformas flutuantes e das pontes de acesso pedonal, assim como a colocação de uma plataforma flutuante para armazenamento exterior de aprestos de pesca são aguardadas há algum tempo e agora, com a suspensão das obras, cresce a preocupação sobre o cumprimento dos prazos previstos, e mesmo sobre a sua continuidade. A deputada do PCP na Assembleia da República, Carla Cruz, irá questionar o governo sobre esta situação.
Um outro problema que foi também observado pelo deputado do PCP no Parlamento Europeu, João Pimenta Lopes, é o do assoreamento da barra e do canal de navegação em Esposende.  O problema arrasta-se há muitos anos e tem sido acompanhado pelo PCP ao longo do tempo. Desde visitas ao local e reuniões, como aconteceu ontem, chamando a atenção das autoridades para a necessidade de desassoreamento, passando por questões escritas ao governo, o PCP conseguiu até que fosse aprovada na Assembleia da República uma proposta que instava o governo a adotar as “medidas necessárias para garantir a melhoria das condições da barra marítima de Esposende, designadamente a reconstrução do molhe norte, a intervenção na barra, a dragagem do canal de navegação e a reposição da restinga, entre outras”. Desde a aprovação dessa resolução apresentada pelo PCP, passaram já 3 anos e o governo parece não se mexer quanto às obras necessárias. Ao mesmo tempo, já deveriam ter sido efetuadas dragagens que, embora não solucionassem o problema estrutural, atenuariam o crescente assoreamento. Os pescadores de Esposende sentem insegurança no manobramento das suas embarcações nesta zona e o exercício da sua atividade profissional está colocado em causa. Na reunião como a Associação dos Pescadores Profissionais de Esposende, a delegação do PCP foi informada de que tem havido novos pescadores interessados em iniciar a atividade da pesca naquele concelho, mas, em virtude dos problemas causados pela ausência da barra desistem de ali se fixar, optando por se inscreverem em concelhos vizinhos.
No entanto, esta questão do assoreamento coloca-se também noutros locais próximos como a Póvoa de Varzim e Vila do Conde, frequentemente condicionadas à navegação devido ao mesmo problema. Tendo em conta isso, bem como as necessidades permanentes de dragagens de manutenção na grande maioria dos restantes portos e barras do país, o PCP irá apresentar novamente a sua proposta de criação da Empresa Nacional de Dragagens, de forma a assegurar ao Estado um instrumento que responda de forma eficaz à resolução dos problemas de assoreamento das barras nacionais.
O Gabinete de Imprensa da DORB do PCP

CLUBE NÁUTICO DE GEMESES SAGRA-SE VICE CAMPEÃO NACIONAL DE FUNDO

Decorreu no passado fim-de-semana o Campeonato Nacional de Fundo, no Sábado e a Taça de Portugal de Tripulações, no Domingo, em Melres, Gondomar.
O Clube Náutico de Gemeses, termina a competição de sábado na segunda posição, onde estavam a competir 49 clubes de todo o País e cerca de 610 atletas, com 3 medalhas de ouro, 3 de prata e 2 de bronze.
Já no domingo decorreu a Taça de Portugal de Tripulações, classificando-se na 3º posição com 8 medalhas de ouro, 6 de prata e 2 de bronze.
Continuamos a trabalhar em prol do desporto e do alcance de melhores resultados, levando o nome de Esposende aos cantinhos de Portugal e do Mundo.
Continuam abertas as inscrições para a formação. Se tens entre 10 e 15 anos, vem fazer parte da nossa equipa, faz a tua inscrição no Clube Náutico.

Associação Humanitária e à sua causa informa das recolhas de sangue e de registo de medula óssea a realizar:

Associação Humanitária e à sua causa  informa das recolhas de sangue e de registo de medula óssea a realizar:
12 de Abril - Gandra, na Junta de Freguesia, das 15,00 às 19,30 horas.
26 de Abril - Fonte Boa, na Escola Básica, das 15,00 às 19,30 horas.
12 de Maio - Palmeira, na Junta de Freguesia, das 9,00 às 12,30 horas.
Com estima e consideração,
Eng. Adelino Marques, Eng.º - Presidente da Direcção
Associação Humanitária dos Dadores de Sangue de Esposende

 

Deputados do PCP encontram-se com Pescadores de Esposende a propósito do assoreamento da foz do Cávado

O deputado do PCP no Parlamento Europeu, João Pimenta Lopes e Carla Cruz, deputada do PCP na Assembleia da República, estarão na próxima, segunda-feira, dia 8 de Abril, às 15h30, numa acção de contacto com os pescadores de Esposende.

Esta comunidade piscatória está uma vez mais confrontada com problemas graves causados pelo assoreamento da foz do Cávado e preocupada com o facto de não conhecerem qualquer previsão de dragagens para o futuro.

O deputados do PCP irão encontra-se com os pescadores e com representantes da sua Associação para ouvir o relato do problema.

Esta situação reforça a pertinência da iniciativa legislativa do PCP que deu entrada na Assembleia da República na passada terça-feira e que recomenda ao Governo que crie a Empresa Nacional de Dragagens, E.P.E.

O Gabinete de Imprensa da DORBraga do PCP

Projecto de Resolução do PCP recomenda ao Governo a adopção de medidas urgentes para defesa do sector têxtil e do vestuário nas regiões do Ave e Cávado

Muitas das micro, pequenas e médias empresas dos sectores têxtil e de confecções e vestuário do Ave e do Cávado estão confrontadas com as consequências que decorrem da sua dependência económica de grupos multinacionais.
As quebras de encomendas já obrigaram ao encerramento de várias destas empresas nos concelhos de Fafe, Guimarães e Vizela, e, como foi admitido pela CEDRAC – Conselho Empresarial da Região do Cávado e Ave, as dificuldades sentidas “no Ave já começam a sentir-se também no Cávado”.
Acrescem ainda outros problemas estruturais que afectam a generalidade das micro, pequenas e médias empresas, desde logo os elevados preços dos factores produtivos, como a energia, telecomunicações, transportes, os custos administrativos e fiscais, e as dificuldades de acesso ao financiamento.
O PCP tem vindo a alertar para este situação, tendo o seu Grupo Parlamentar questionado em Dezembro de 2018 o Ministro Adjunto e da Economia sobre a situação difícil das micro, pequenas e médias empresas do sector da confecção de vestuário destas regiões face à insuficiência de regulamentação do regime de subcontratação. Em resposta, o Ministro limitou-se apenas a registar que o Governo está a acompanhar e continuará a fazê-lo com “toda a atenção”. Resposta claramente insuficiente face à gravidade da situação.
Foi neste contexto que o Grupo Parlamentar do PCP apresentou hoje na Assembleia da República uma iniciativa legislativa que insta o Governo a tomar medidas que apoiem as micro, pequenas e médias empresas que estão a braços com este problema.
O Projecto de Resolução intitulado “Recomenda ao Governo a adoção de medidas urgentes para defesa do setor têxtil e do vestuário nas regiões do Ave e Cávado” recomenda ao Governo que:
1-Proceda ao recenseamento urgente das micro, pequenas e médias empresas do sector têxtil e vestuário sitas na região do Ave e Cávado que atravessem dificuldades económicas fruto da diminuição de encomendas. O recenseamento deve incluir, entre outros, o número de trabalhadores afetados, o registo de abusos de poder económico dominante e as práticas comerciais restritivas.
2-Crie um plano de emergência destinado às micro, pequenas e médias empresas, particularmente do setor do têxtil e do vestuário, das regiões do Ave e Cávado, que contemple um Fundo de Segurança de Subcontratação.
3-Desenvolva, em articulação com as associações empresariais representativas dos setores têxtil, vestuário e confeções e dos trabalhadores, um modelo de contratualização que permita estabelecer, entre outros:
a) dimensão da encomenda, o preço por peça, prazos, normas de qualidade, e condições sociais da subcontratada;
b) a caução mínima (adiantada) a prestar pela multinacional para o risco de qualquer desistência e corte da encomenda e seguro de risco;
c) que os contratos tenham obrigatoriamente cláusulas de cumprimento, por parte das entidades subcontratadas, da legislação laboral e regras ambientais.
4-Crie   uma comissão de gestão de diferendos contratuais com a presença do IAPMEI, representante das subcontratadas e representante das multinacionais, para decidir de forma rápida e acessível os conflitos, sem pôr em causa o recurso a tribunais.
5-Crie um programa de intervenção nas regiões do Ave e Cávado direcionado para trabalhadores do sector do vestuário em situação de desemprego, que inclua apoio social, requalificação profissional e diversificação da indústria.
6-Crie um programa específico de apoio às micro e pequenas médias empresas que têm sido responsáveis pela formação de trabalhadores, nomeadamente, costureiras.»
O Gabinete de Imprensa da DORB do PCP

sábado, 6 de abril de 2019

Homenagem a António da Costa Terra.

Os meus sentidos pêsames a todos os familiares. Que descanse em paz, este que foi e sem proveito próprio um dos grandes impulsionadores da dinâmica Esposendense, interventivo nos momentos chave a ele se deve muito do que ainda hoje servem os interesses dos Esposendenses, nomeadamente o quartel dos bombeiros, a acice o campo de futebol de Esposende e até a localização e fixação da empresa Solidal em Esposende entre outros.
Homem de temperamento e convicções fortes de origens humildes, conseguiu com a força do trabalho ter uma vida estabilizada no final.
Um grande bem-haja para si amigo que sempre tinha uma palavra amiga de sabedoria e ponderada, capaz de acalmar os ânimos ou de os exaltar.
De seu nome António da Costa Terra, e mais conhecido por Terra desconheço em Esposende quem fosse tão, Terra há Terra como ele.
Amava e defendia mesmo a sua terra.
Luís Eiras. 

quarta-feira, 27 de março de 2019

Mateus Cêpa conseguiu no passado fim de semana um brilhante 4° lugar naquela que foi a terceira corrida do Campeonato Espanhol da LGMC

Aos comandos da sua Husqvarna TX125 Mateus Cêpa conseguiu no passado fim de semana um brilhante 4° lugar naquela que foi a terceira corrida do Campeonato Espanhol da LGMC, desta vez em Piñor.
O piloto da Equipe Rivais de Mérito arrancou em 1ª posição mas ao longo das 4 horas de prova não conseguiu manter sempre um ritmo muito regular. “ Desde a minha ultima corrida para o Nacional ainda não consegui treinar com mota por estar a recuperar de uma gripe, e não me sinto ainda bem, o que me obrigou a fazer uma corrida menos bem conseguida, mas estou satisfeito por ter terminado. Foi uma corrida muito exigentes onde se calhar fui arriscando em demasia, caindo varias vezes e assim perdendo preciosos segundos, mas mesmo assim cumpri com os objectivos que me propus que não eram mais do que pontuar de modo a garantir a continuidade em primeiro lugar neste campeonato espectacular. Mas fica a promessa, para as próximas corridas quero mais...e melhor e se calhar já no próximo fim de semana para o Nacional na Figueira da Foz!!”
Fica no ar o aviso do piloto de Esposende, que esta num período intenso de competição com esta passada prestação para o Campeonato Espanhol LGMC, preparando-se já para o Campeonato Nacional na Figueira da Foz do próximo fim de semana, engatando de seguida direitamente para a primeira jornada do Campeonato da Europa de Enduro nos dias 5, 6 e 7 de Abril.

quarta-feira, 20 de março de 2019

Cartaz de Festas em Honra do Senhor Bom Jesus de Fão, 2019.

Surpreenda seu pai com um dia muito especial do Pai na Estalagem Zende - Esposende


ATLETA DO NÁUTICO DE GEMESES NA SELEÇÃO

RUBEN BOAS foi convocado pela Federação Portuguesa de Canoagem para participar no OPEN WORLD CANOE SPRINT COMPETITION que decorrerá em Bhopal - Indía entre os dias 21 e 26 de março.
CONTINUAMOS COM AS INSCRIÇÕES ABERTAS PARA A FORMAÇÃO DE NOVOS ATLETAS.
Náutico de Gemeses - "Escola de Campeões".

CAMPEONATO REGIONAL FUNDO DO NORTE APENDORADA

Decorreu no passado dia 16 de março o Campeonato Regional Fundo Norte, em Alpendorada, Amarante, organizado pela Associação de Canoagem do Norte de Portugal.
Estiveram em competição cerca de 590 atletas em representação de 19 clubes.
O Náutico de Gemeses, fez-se representar com 42 atletas nas diversas categorias, onde conquistou 5 medalhas de ouro, 2 de prata e 3 de bronze, ficando no 3º lugar por clubes.
Continuamos com as inscrições abertas para formação de novos atletas.
Náutico de Gemeses “Escola de Campeões”.
CAMPEONATO REGIONAL FUNDO DO NORTE
APENDORADA
Decorreu no passado dia 16 de março o Campeonato Regional Fundo Norte, em Alpendorada, Amarante, organizado pela Associação de Canoagem do Norte de Portugal.
Estiveram em competição cerca de 590 atletas em representação de 19 clubes.
O Náutico de Gemeses, fez-se representar com 42 atletas nas diversas categorias, onde conquistou 5 medalhas de ouro, 2 de prata e 3 de bronze, ficando no 3º lugar por clubes.
Continuamos com as inscrições abertas para formação de novos atletas.
Náutico de Gemeses “Escola de Campeões”.

Concurso: Cantinas escolares com sabores do mar Escola Básica António Correia de Oliveira serviu Polvo no forno com boroa

A cantina da Escola Básica 2,3 António Correia de Oliveira, de Esposende, apresentou o prato “Polvo no forno com boroa” ao concurso Cantinas Escolares com Sabores do Mar, iniciativa promovida pela Câmara Municipal.
O prato constituiu a ementa servida no almoço da passada sexta feira, na cantina da Escola Correia de Oliveira e “cumpriu os objetivos propostos”, segundo a responsável pela cantina, Professora Ângela Novo. 
Neste sentido, é de realçar o facto de os alunos terem aderido ao consumo do polvo. “Congratulei-me pelo facto de, sendo a ementa constituída por polvo, muitos alunos terem pedido para repetir o prato, o que é muito bom”, salientou a docente. Por outro lado, “decidimos apostar num produto local, como é o polvo da nossa costa, e a resposta foi muito positiva. Os alunos adoraram, o que nos deixa satisfeitos; por isso, vamos repetir a experiência”, referiu Ângela Novo.
O concurso integra-se na iniciativa da autarquia Março com Sabores do Mar e tem como objetivos levar os utentes escolares ao consumo de peixe, bem como “estimular o cumprimento dos requisitos de higiene e segurança alimentar e nutricionais” nas cantinas. Por outro lado, pretende-se promover “a criatividade e a inovação na elaboração das ementas e na preparação das refeições escolares”, segundo refere a autarquia.
O polvo no forno com boroa foi acompanhado com batatas a murro, grelos, cenoura e ovo. Quem degustou referiu que o polvo estava “no ponto e muito tenro, com um sabor muito delicioso”, o que justifica a repetição por parte dos alunos.
Dr. Sampaio Azevedo

quinta-feira, 14 de março de 2019

A Associação de Pescadores Profissionais do Concelho de Esposende, apresenta os seus sentimentos aos familiares do extinto, Sérgio do Fôjo.

A Associação de Pescadores Profissionais do Concelho de Esposende, apresenta os seus sentimentos aos familiares do extinto, Sérgio do Fôjo. 
A associação dos pescadores profissionais do concelho de Esposende, irá prestar a sua homenagem de forma simbólica ao extinto Sr. Sérgio do Fôjo. 
A homenagem será feita em embarcações que seguiram pelo rio Cávado em direcção ao Fôjo, em Fão, seguidamente será feito o percurso a pé até Igreja onde serão dados os pêsames aos familiares e colocada uma coroa de flores em sua homenagem. 
A partida será por volta das 14:00H, junto da doca de Pesca em Esposende. 
Agradecia-se que estivessem o maior número de embarcações possíveis. 
O Sr. Sérgio merece.

Viva o SÉRGIO!

A vida é um bater único e irreversível! 

Amigos...Sóis tantos...e mesmo os que não são reconhecem-lhe o mérito das suas capacidades intelectuais, constatam a sabedoria com que a experiência da vida o dotou,a imensa cultura que o impregna e a genuinidade da sua Pessoa! 

Não sei o que vos dizer...

O Sérgio, o Sérgio do Fôjo, o Lambreta, o Setembro, o Pirata, o Pescador, o Mestre, o Capitão...todos os nomes queridos embebidos de uma história e de uma relação convosco e com Ele...

O Sérgio, o nosso Serginho, cheio de sede pela vida, de mansinho,viajou para a terra onde o tempo não existe...

Viva o SÉRGIO!

domingo, 10 de março de 2019

Próximas recolhas de sangue e de registo de medula óssea a realizar:

24 de Março - Apúlia, das 9,00 às 12,30 horas.

12 de Abril - Gandra, na Junta de Freguesia, das 15,00 às 19,30 horas.

Fonte: Eng. Adelino Marques, Eng.º - Presidente da Direcção

Associação Humanitária dos Dadores de Sangue de Esposende

domingo, 10 de fevereiro de 2019

Homenagem ao Zequinha.


Faleceu o, Zequinha ou Baixinho assim era conhecido pela sua comunidade.
Morreu um pedaço de Esposende, um pedaço daqueles nunca mais será recomposto.
Foi como se tivesse caído uma bomba em Esposende, a notícia deixou toda a comunidade incrédula.
Comunidade da qual ele representava o melhor, a classe dos pobres, unidos, bairristas, os resistentes.
De origens humildes, educado, distinguia-se principalmente pela nobreza da sua simplicidade, emanava alegria, costumava imitar o Vasco Santana nas suas paródias.
Tinha o coração na boca.
Penso que pouca gente o deve ter visto num dia mau.
Filho do ex. pescador e jogador de futebol, Tião e sendo sua mãe, Laida Paquete.
Pessoalmente tive o privilégio de trabalhar com ele em terra e no mar, e era no mar que ele se destacava.
Era ágil, bom safador de peixe, desperto, atento, bom pescador.
Como tudo na vida tem que se aprender, e até para lavar o convés de um barco é preciso saber, aprender, e isso ele ensinou-me, nunca mais me esquecerei.
Não se pode atirar o balde borda fora para encher de uma só vez, tem que ser lentamente, se não estamos sujeitos a ir borda fora com o balde.
Ele, gostava muito fazer patinagem no convés, quando pescávamos raias, rodovalhos, tamboris, estes largavam um langanho que é escorregadio e ele vinha da proa á poupa passando por a casa do leme a deslizar.
Assim era o Zequinha, e estas são apenas algumas recordações entre muitas e basta recorda-las para ficar bem-disposto.
Aposto que era isto que ele queria.
Luís Eiras.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Homenagem Srª Zeza dos Pioneiros.


Faleceu, a Srª Zeza dos Pioneiros, assim era conhecida a esposa do extinto João Guerra, (João dos Pioneiros).
Aos poucos o património vai-se perdendo, apagando e sendo esquecido.
Segundo informações vieram de Africa refugiados, tinham lá tudo e tiveram que deixar para trás e recomeçar de novo em Portugal.
Passaram grandes dificuldades no início mas conseguiram superar.
A Srª Zeza quem a conheceu e sabe do que falo era um amor de pessoa, meiga, atenciosa, educada, amiga, boa mãe.
A parte que mais me marcou desta senhora e posso afirmar, é de que era muitíssimo séria, séria nas contas.
Explorava uma mercearia e um tasquinho onde o pescador se reunia como era habitual, comia-se e bebia-se e ia para o roll, roll o qual era pago ao fim de semana quando os pescadores recebiam ao sábado, quando não iam ao mar às vezes juntavam-se no roll meses e a Srª Zeza aguentava os cavalos, ainda assim na hora de pagar a conta dava sempre menos, sei muito bem que ela perdoava muita coisa e dava.
Srª Zeza onde estiver que de certeza será um bom lugar, aguente os cavalos por nós, porque só pessoas como você tem esse poder.
Estas pessoas eram património vivo de Esposende que na minha perspetiva é o mais valioso de todos.
Luís Eiras.

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Homenagem ao Tóne Laguna pelo amigo Sérgio do Fôjo.

Tóne Laguna
Obrigado, por tudo, como de pregos que pregas-te, de remendos nas tábuas quase sem concerto em tantas embarcações que até tu perdeste a conta.
Tudo punhas a navegar……
Sempre pronto, nenhum pescador ficava em terra.
Todos os pescadores assim como a marinha tem orgulho em ti, pela tua dedicação, classe, humildade e valor.
Está na hora de receberes um pequeno gesto de homenagem.
Tantas horas passaste em prol da classe piscatória, mereces uma boia, para que não se afunde todo o esforço do teu passado de tantos barcos que puseste a navegar...
A nossa tardia solidariedade chega tarde mas estamos aqui para te homenagear, assentes com amizade e seguros como tantos paneiros que fizeste para o fundo das embarcações…
Mereces um busto de reconhecimento por parte de toda a classe piscatória.
Porque a remos, ou à vara, toda a ondulação e ventos ajudas-te a superar para tantos, desinteressadamente. 
Tóne Laguna…
Tu, que pintas-te tantos nomes nos costados de tantas embarcações deixa-nos pintar o teu nome também num espaço ribeirinho de Esposende.
(Sérgio do Fôjo).

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Homenagem ao Nando Marino.

Este blogue de uma maneira simbólica vai homenagear, e dar a conhecer algumas pessoas que merecem o nosso reconhecimento público pelos seus atos em prol do próximo, pessoas simples, naturalmente altruístas, quem não os conhece não sabe o bem que fizeram e o mal que não são capazes de fazer, dai esta homenagem simbólica deste blogue a estas tão distintas pessoas.
A primeira de muitas vai ser o, Fernando Marino mais conhecido por Nandex.
Este homem agora desempregado, e a viver só, foi outrora a tábua de salvação de muitos, muitos mas mesmos muitos podem dizer o Nando já me deu de comer, beber e até de fumar.
Onde ele estava, e com ele estivesse, estava com Deus, não faltava nada e ele é que abonava, sempre rodeado de “amigos” que agora se o virem, viram por outro caminho, merece melhor sorte, e desta vez para ele. 
Puro de coração, amigo do amigo, sem inveja do próximo.
Senhor de uma boa cultura geral gosta de história e geografia.
Solteiro, porque as mulheres ainda não o descobriram.
Oriundo de uma grande família de gente boa, ele tem o “defeito” ser bom demais.
Agora com a idade a avançar e muitas limitações físicas a coisa está a piorar para o lado dele.
Mas ele lá se vai safando, nunca o vi a pedir nada a ninguém.
O tempo passa a voar mas o bem nunca se esquece, eu, e muitos não se esqueceram.
Um grande bem haja para ti.
Eras, e continuas a ser o maior.