segunda-feira, 26 de junho de 2017

Visita da Secretária de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza.

Esposende avança com mais quatro troços da Ecovia do Litoral Norte
A Secretária de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, Célia Ramos, presidiu hoje à cerimónia de assinatura dos autos de consignação de sete empreitadas de construção de novos troços da futura Ecovia do Litoral Norte, quatro dos quais no concelho de Esposende.
A governante dedicou a manhã à visita às intervenções da Sociedade Polis Litoral Norte nos Municípios de Caminha, Viana do Castelo e Esposende, numa jornada que culminou na freguesia de Antas, onde será executada a Ecovia da margem esquerda do estuário do Rio Neiva e a Infraestrutura de valorização e visitação do Estuário do Rio Neiva Ponte Pedonal e Ciclável, cujo investimento global ascende a 961 mil euros. Ainda no que respeita ao concelho de Esposende foram assinados os autos de empreitada dos troços da Ecovia Praia de Rio de Moinhos – Praia de Cepães, e da Praia de Cepães – Praia de Suave Mar, que totalizam 825 mil euros. Com estas quatro intervenções, mais o troço Fão – Apúlia, o Município verá concretizado um investimento superior a 2,6 milhões de euros neste tipo de infraestruturas.
O Presidente da Câmara Municipal de Esposende expressou a sua expetativa e satisfação face à concretização da Ecovia, que ligará Caminha a Esposende, numa extensão de 73 quilómetros, projeto que considerou uma “verdadeira revolução” no conceito de mobilidade suave e um “importante ativo europeu”, que contribuirá para a valorização do território dos três municípios.
Benjamim Pereira destacou e agradeceu o empenho e dedicação das entidades envolvidas na concretização da Ecovia, destacando a cooperação que tem marcado o processo. Lembrou que, no âmbito da Polis Litoral Norte foram executadas outras intervenções igualmente importantes, das quais destacou a Requalificação da Praia de S. Bartolomeu do Mar, as intervenções na Praia de Ofir-Fão na sequência das intempéries e a obra de recuperação do molhe norte da embocadura do rio Cávado, recentemente concluída. “Não há dúvidas de que estamos a transformar e a mudar para melhor o nosso território”, afirmou.
Notando que Esposende tem sido fustigado pela erosão costeira, e dirigindo-se diretamente à Secretária de Estado, o Presidente do Município defendeu a continuidade da ação da Sociedade Polis Litoral Norte ou, em sua substituição, a criação de um novo modelo que garanta a agilização de procedimentos e que permita manter a cooperação profícua e produtiva. Aproveitou a oportunidade para, em jeito de homenagem, enaltecer a dinâmica e o trabalho do Presidente do Conselho de Administração da Polis Litoral Norte, Pimenta Machado, e terminou com agradecimentos aos municípios parceiros da Polis Litoral Norte, Caminha e Viana do Castelo, pela cooperação na defesa dos interesses das populações.
Aludindo ao número significativo de obras hoje consignadas e ao trabalho executado no âmbito da Polis Litoral Norte, que hoje teve oportunidade de conferir, a Secretária de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza assumiu ter vivido uma “manhã brilhante”, marcada pelo simbolismo.
Sobre a Ponte Pedonal e Ciclável, infraestrutura de valorização e visitação do Estuário do Rio Neiva, que ligará as freguesias de Antas e Castelo e Neiva, e os concelhos de Esposende e Viana do Castelo, Célia Ramos referiu que contribuirá “para unir os municípios e as comunidades intermunicipais e criar um litoral mais qualificado”. Na mesma linha referiu que a Ecovia do Litoral Norte, a par de todas as outras intervenções da Polis Litoral Norte, marca de “forma incontornável” a qualificação da zona costeira, notando que, para além da questão balnear, há a considerar a importância da pesca e fruição da vivência do litoral. “É um ativo que temos que, assumidamente, melhorar”, referiu, dizendo ainda que o Governo quer continuar a contar com a colaboração de outras entidades, incluindo das autarquias. “É um modelo virtuoso ao qual queremos dar continuidade”, assegurou, notando que há “muito trabalho pela frente, muitos e grandes desafios”. Assinalou que há ainda capacidade de investimento, pelo que exortou a Polis Litoral Norte a apresentar projetos, desafiando ainda outros municípios a “vir a jogo”.
Reconhecendo o bom desempenho da Polis Litoral Norte, Célia Ramos referiu que terá que ser implementado um modelo de gestão do litoral mais próximo das pessoas, descentralizado, à imagem das Administrações Regionais Hidrográficas.
O Presidente do Conselho de Administração da Polis Litoral Norte, Pimenta Machado, deu nota de que estão em curso quatro empreitadas, nos municípios de Caminha e Viana do Castelo, e que além das sete empreitadas hoje consignadas perspetivam-se mais nove para breve, revelou no que respeita à Ecovia está concluído 60% do percurso total, sendo que, em termos de financiamento, sete das nove candidaturas apresentadas, foram bem-sucedidas, o que considerou “notável”.
Pimenta Machado lembrou que os municípios têm ao dispor o PAMUS - Plano de Mobilidade Urbana Sustentável, que contempla a execução de projetos urbanos que, além da fruição das zonas costeiras, permitem disciplinar estas áreas. A terminar, expressou palavras de reconhecimento para com o Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, pelo acolhimento e colaboração que sempre teve para com a Administração da Polis Litoral Norte.
O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa, salientou a importância da ponte pedonável e ciclável que ligará o seu concelho ao de Esposende, considerando que a travessia poderá servir também para aumentar a cooperação entre as duas freguesias e expressou agradecimentos a todos quantos contribuíram para a elaboração do projeto.
O autarca referiu que a Polis Litoral Norte teve grande impacto no território, salientou a dinâmica em torno deste organismo e falou num “sentimento de dever cumprido”.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.