quinta-feira, 1 de junho de 2017

Apresentado livro de Atas do Colóquio “Banho Santo: a Romaria e um Mar de estórias”

Decorreu ontem, em sessão realizada no Fórum Municipal Rodrigues Sampaio, a apresentação do livro de Atas do 5.º Encontro da Rede Nacional da Cultura dos Mares e dos Rios, dedicado ao “Banho Santo: a Romaria e um Mar de estórias”, realizado em junho de 2016,
A publicação compila as intervenções dos oradores que participaram no colóquio sobre o Banho Santo de S. Bartolomeu do Mar, no âmbito do qual foi apresentada a candidatura da “Romaria de S. Bartolomeu do Mar” à Lista Nacional do Património Imaterial. A apresentação esteve a cargo de Álvaro Campelo, Coordenador do projeto de candidatura, que fez uma breve resenha de cada um dos textos agora publicados, e foi antecedida da apresentação de dois pequenos filmes sobre a Romaria e o Banho Santo, realizados no âmbito do processo de candidatura.
O livro integra a dissertação de Franklim Neiva Soares, Catedrático Emérito da Universidade do Minho, natural de Mar e um dos mais reconhecidos investigadores desta temática, que aborda o “Banho Santo em S. Bartolomeu do Mar: sua contextualização no Entre Douro e Minho e Origens”. Paula Mota Santos, da Universidade Fernando Pessoa e da Berkeley University, de Inglaterra, debruça-se sobre “Novos sentidos para o mar: o lazer e o turismo balnear”, Susana Lobo, do Departamento de Arquitetura da Universidade de Coimbra, foca o tema “Arquiteturas da Praia: a Cultura Balnear em Portugal” e, Luís Martins, do Instituto de Estudos de Literatura e Tradição e em nome da equipa formada pelos investigadores Vanessa Iglésias Amorim (CRIA-IUL) e João Augusto Aldeia (CM de Sesimbra), abordou a temática “Do uso tradicional do mar e as expressões do religioso”. “O Banho Santo de S. Bartolomeu do Mar visto por uma psiquiatra de crianças” é a abordagem de Celeste Malpique, Professora Catedrática Emérita da Universidade do Porto, e Álvaro Campelo explana o tema “O Mar e o Corpo: Práticas e Estéticas da Cura”. O Investigador Júlio Santos, da Academia de Danças e Cantares do Norte de Portugal, aborda “O S. Bartolomeu da Foz do Douro: Cortejo do Traje de Papel”, e a Investigadora e, à data do colóquio, Vereadora da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Isabel Coutinho, debruça-se sobre “O S. Bartolomeu de Cavez - Cabeceiras de Basto”. O Almirante José Bastos Saldanha, na dupla qualidade de Presidente da Secção dos Oceanos da Sociedade de Geografia de Lisboa e Vice-Presidente da RNCMR, encerra com a apresentação das conclusões do Colóquio, pondo em evidência a Romaria e o Banho Santo no mar de Esposende.
O colóquio sobre o Banho Santo de S. Bartolomeu do Mar decorreu no âmbito da Presidência do Município de Esposende da Rede Nacional da Cultura dos Mares e dos Rios, assim como a inventariação/classificação da Romaria de S. Bartolomeu do Mar e a consequente candidatura à Lista Nacional do Património Imaterial, conforme referiu o Vice-Presidente da Câmara Municipal, António Maranhão Peixoto.
Mais do que o repositório das intervenções do colóquio, o livro de Atas “é um marco histórico para o Município e para S. Bartolomeu do Mar”, assinalou o Vice-Presidente. Maranhão Peixoto, que enalteceu o trabalho desenvolvido no âmbito da candidatura do Banho Santo, dizendo que “orgulha imenso o Município e aqueles que se dedicam à investigação”. Felicitou, por isso, todos quantos contribuíram quer no processo de candidatura quer na edição do livro de Atas, uma publicação de elevada qualidade científica, mas também gráfica e fotográfica. Concluiu expressando a expetativa de que “o sentir coletivo se afirme constantemente”.
A Tomada de Posse da Mesa da Presidência da Rede Nacional da Cultura dos Mares e dos Rios, pelo Município de Esposende pelo segundo biénio consecutivo, que estava prevista acontecer nesta sessão não se realizou, devidos a imprevistos de última hora, ficando adiada para data a agendar oportunamente.
Fonte: Serviço de Comunicação e Imagem da CME

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.