quarta-feira, 10 de maio de 2017

Segurança na ‘Braga Street Stage’ é principal prioridade

Protecção Civil implementa dispositivo especial de socorro e assistência
A segurança é a principal prioridade do Município de Braga na organização da ‘Braga Street Stage’, a Especial Urbana do Vodafone Rally de Portugal 2017 que se realiza já no próximo dia 19 de Maio.
Sendo este um evento de grande dimensão, a Autarquia Bracarense está a implementar um dispositivo especial de socorro e assistência em estreita colaboração com os diversos agentes de Protecção Civil. O Plano de Coordenação Municipal articula, igualmente, com os planos da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) e do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), ambos da responsabilidade do Automóvel Clube de Portugal (ACP) e da Federação Internacional do Automóvel (FIA), que asseguram o socorro no interior do percurso da ‘Braga Street Stage’.
“O objectivo passa por garantir capacidade de resposta operacional e assegurar a primeira intervenção imediata e, desta forma, responder a qualquer situação de emergência que ocorra nas vias de acesso, áreas circundantes e principalmente nas zonas maior concentração de público”, explica o chefe de Divisão Municipal de Protecção Civil, Vítor Azevedo.
Com o Posto de Comando a funcionar na Praça do Pópulo, a Protecção Civil possui um Plano de Coordenação Municipal que prevê a implementação de um dispositivo que estará posicionado em locais estratégicos ao longo do perímetro do evento, a partir das 11h00 do dia 19 de Maio e que permanecerá activo até ao final da prova.
Liderado pelo comandante da Companhia de Sapadores Bombeiros de Braga, João Felgueiras, este dispositivo é constituído por uma equipa de comando, veículos de combate a incêndios, veículos de desencarceramento, 8 ambulâncias de socorro e 4 equipas apeadas de emergência pré-hospitalar, num total de 50 operacionais da Companhia de Bombeiros Sapadores e Bombeiros Voluntários de Braga, da Cruz Vermelha Portuguesa de Braga, Bombeiros Voluntários Famalicenses, Bombeiros Voluntários de Vila Verde e uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do INEM.
O INEM irá complementar o dispositivo com desfibrilhadores automáticos externos para que todas as equipas de emergência pré-hospitalar sejam portadoras destes equipamentos. A estes meios acresce ainda uma equipa de intervenção da EDP.
Passagens superiores facilitam circulação de peões
De referir que os rigorosos critérios de segurança estiveram presentes logo no processo de elaboração do percurso desta ‘Braga Street Stage’, com a definição dos locais de acesso livre para o público e com a identificação das zonas onde a circulação dos espectadores é proibida.
Além de todo o material técnico aplicado no circuito urbano, serão montadas bancadas, ecrãs, sistema sonoro e sanitários, havendo um forte dispositivo policial para garantir a máxima segurança de todos. Também a operação de montagem das bancadas obedecerão a rigorosas medidas de segurança.
Haverá ainda duas passagens pedonais superiores por forma a facilitar a mobilidade dos peões. Estas estruturas estarão situadas na Rua D. Diogo de Sousa, para fazer a ligação ao Arco da Porta Nova, e no Campo das Hortas, para efectuar ligação à Rua Fernando Namora.
É ainda em nome da segurança que entre os dias 15 e 20 de Maio, fruto da complexa e gigantesca organização deste evento, terão lugar alguns constrangimentos ao nível da circulação automóvel e pedonal, do estacionamento de veículos e da utilização do espaço público.
“Todos devemos ver este acontecimento como uma oportunidade. Não tenho dúvidas que os benefícios para Braga ultrapassarão em muito o efeito desses constrangimentos. Este é um acontecimento memorável e vai, mais uma vez, colocar Braga no radar do turismo e do desporto automóvel. É um evento de todos para todos”, sustenta Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.