segunda-feira, 15 de maio de 2017

Sé de Braga comemora as aparições de Nossa Senhora em Fátima

A Sé de Braga comemora, a 13 de Maio, o dia de Nossa Senhora do Rosário de Fátima. Durante a manhã, serão celebradas eucaristias na Catedral, às 8h30 e às 11h30. No período da tarde, a celebração na Catedral inicia-se com o terço às 17h00, seguida de Eucaristia, às 17h30.
Remetendo para a aparição da Virgem a três pastorinhos, a 13 de Maio de 1917, em Fátima, freguesia de Ourém, a comemoração do dia de Nossa Senhora de Fátima abarca um largo período de 1916 a 1927, durante o qual os pastorinhos e, em especial Lúcia, contactam com anjos, a Virgem Maria e o Menino.
Durante o ciclo angélico, que decorreu durante a Primavera, Verão e Outono de 1916, os pastorinhos receberam em três aparições a visita do Anjo de Portugal, que lhes pede para rezarem a Deus pela paz, num período de confronto bélico à escala mundial, e para praticarem actos de fé, esperança e caridade, bem como actos de reparação a Deus e de súplica pelos pecadores. Ensina-lhes uma oração: “Meus Deus, eu creio, adoro, espero e amo-Vos. Peço-Vos perdão para os que não crêem, não adoram, não esperam e não Vos amam”.
O ciclo mariano inicia-se a 13 de Maio, com a primeira aparição da Virgem aos pastorinhos. Pede para que rezem o terço todos os dias para alcançarem a paz para o mundo e o fim da guerra. Exorta para que se dirijam à Cova da Iria durante seis meses seguidos, sempre no dia 13, à mesma hora. A 13 de Outubro, dá-se a última aparição, durante o qual Nossa Senhora do Rosário pede para que construam nesse local uma capela em sua honra e que continuem a rezar o terço todos os dias. É nesse dia que se dá o milagre do Sol.
O último ciclo, apelidado de ‘cordimariano’, decorreu entre 1925 e 1927, após a morte de Francisco Marto e Jacinta Marto, durante o qual Lúcia recebe a visita da Virgem Maria e do Menino apelando à devoção reparadora dos Primeiros Sábados e a consagração da Rússia ao Imaculado Coração de Maria. É o papa Pio XII que consagra o mundo inteiro à Imaculado Coração de Maria, a 31 de Outubro de 1942, consagrando, 10 anos depois, a Rússia ao seu Imaculado Coração, a 7 de Julho. O papa João Paulo II, reforça a consagração do mundo e da Rússia ao mesmo Imaculado Coração, em Fátima, a 13 de Maio de 1982.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.