quinta-feira, 4 de maio de 2017

Recreação histórica decorre de 24 a 28 de Maio Braga Romana é projecto mobilizador da sociedade

De 24 a 28 de Maio a Cidade volta a vestir-se a rigor para recriar o quotidiano de Bracara Augusta. A Braga Romana 2017 inclui mais de 80 horas de programação, com a participação de 115 mercadores, 127 entidades e 11 agrupamentos de escolas que irão proporcionar aos Bracarenses e a todos quantos nos visitam uma verdadeira ‘aula de história ao ar livre’.
Na apresentação do evento, que decorreu hoje, 4 de Maio, no Largo do Paço, Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, destacou o facto da Braga Romana ser cada vez mais “um projecto mobilizador da sociedade Bracarense”.
“A Braga Romana conta com o empenho e dedicação de centenas de associações, instituições de ensino, comerciantes, entre outras entidades relevantes na vida da nossa Cidade e isso tem contribuído para a afirmação deste projecto”, disse Ricardo Rio, sublinhando a importância da vertente pedagógica do evento.
Segundo o Autarca, o grande desafio passa agora por “alargar o projecto da Braga Romana aos 365 dias do ano”, através da valorização do património legado pelos nossos antepassados. É neste âmbito que, no dia 26 de Maio, o Município irá inaugurar a estátua a César Augusto que ficará instalada no Largo Paulo Orósio. “Este é um tributo que Braga irá prestar ao fundador de Bracara Augusta, num momento simbólico que apela à perenidade da presença romana no nosso território”, referiu.
Nos cinco dias do evento, a Braga Romana oferece uma viagem pela história da Bracara Augusta que só é possível graças ao envolvimento de instituições, associações e escolas.
Para Lídia Dias, vereadora da Cultura, o sucesso da Braga Romana deve-se, sobretudo, a esta “rede de parceiros que se fortalece ano após ano”. Segundo a vereadora, a Câmara Municipal aposta na criação artística, através do apoio a grupos de teatro do Concelho que irão apresentar espectáculos pensados propositadamente para o evento.
Evento aposta na vertente pedagógica e actividades paralelas
A edição de 2016 da Braga Romana apresenta-se com diversas novidades, desde logo com a criação de uma nova área pedagógica. No Largo de S. João do Souto estará instalada a ‘Casa Romana’, onde os visitantes podem usufruir de aulas de latim e filosofia, assistir a teatro de marionetas e participar em diversas oficinas e jogos. Será também deste espaço que sairão diariamente visitas guiadas ao património romano, nomeadamente à Fonte do ídolo, Termas Romanas e Domus da Escola Velha da Sé.
Das actividades paralelas destaque para a visita guiada a alguns dos vestígios da pré e proto-história da Cidade, que se realiza este Sábado, dia 6, no âmbito do programa ‘À Descoberta de Braga’, assim como para o Fórum Recriação Histórica Desenvolvimento e Turismo Sustentável, que terá lugar no dia 12 de Maio, no Museu D. Diogo de Sousa.
Ao longo de todo o evento, as ruas do centro histórico serão palco da reconstituição das actividades económico-sociais da época, com animação de rua constante, cortejos, espectáculos e representações teatrais. Os Bracarenses e visitantes serão também surpreendidos por dezenas de personagens inspiradas na mitologia romana, artes e ofícios.
O programa completo da Braga Romana 2017 pode ser consultado através do link https://goo.gl/uQX4h1

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.