segunda-feira, 15 de maio de 2017

Exposição “Heróis que o tempo não apaga” no Navio Gil Eannes

A exposição que será itinerante é composta por 25 painéis alusivos à faina da pesca do bacalhau à linha e retrata a vida a bordo de um lugre da pesca do bacalhau.
Inerente a esta temática, direcionado para a população escolar, será apresentado um livro didático intitulado “Heróis que o tempo não apaga – Uma viagem no tempo” de autoria do professor José Amadeu Gavinho Costa.
Associado à exposição, e no seguimento da linha editorial que a Fundação Gil Eannes deu início este ano, será apresentado o livro “Heróis que o tempo não apaga – Um conto real de vida”, escrito pelo Capitão Valdemar Aveiro e dedicado “às viúvas de homens vivos”.
O catálogo da exposição conta com prefácio do Capitão Vitorino Ramalheira, último Capitão do lugre Santa Maria Manuela enquanto navio da pesca do bacalhau à linha.
Quer a exposição quer os livros aqui mencionados, contam com o patrocínio exclusivo do grupo empresarial Jerónimo Martins, atual proprietário do lugre Santa Maria Manuela que em tempos pertenceu à frota da Empresa de Pesca de Viana.
No final do evento os convidados terão um momento de confraternização onde será servido a “chora”, a tão conhecida sopa de bacalhau que era feita pelos pescadores durante a faina do “fiel amigo”.
A exposição integra o percurso de visita do navio museu, a qual estará patente até 31 dezembro 2017, e pode ser visitado diariamente a partir das 9h30.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.